Aliviado após dia de herói, Gatito revela alta ansiedade

Goleiro vence seis meses de inatividade e diz que não se cansa de rever defesa salvadora

Por LUCIANO PAIVA

Gatito garante que vai estar em campo no sábado, no clássico com o Flamengo
Gatito garante que vai estar em campo no sábado, no clássico com o Flamengo -

Rio - Herói do triunfo do Botafogo sobre o Corinthians, domingo, no Nilton Santos, quando evitou o empate aos 49 minutos do segundo tempo, o goleiro Gatito Fernández tirou um peso das costas. Isso porque os quase seis meses sem atuar assombraram o paraguaio às vésperas do retorno aos gramados.

"Sim, foi difícil relaxar dias antes do compromisso, estava muito ansioso para esta volta. Fiquei muito tempo parado e tinha a preocupação com a falta de ritmo de jogo", disse.

A lesão no punho direito uma fratura em um dos ossos e, posteriormente, um problema nos ligamentos quase fez com que o goleiro perdesse toda a temporada.

Aliviado com a atuação segura e com a vitória, Gatito Fernández agora só quer esquecer o período angustiante e melhorar ainda mais os seus fundamentos para o clássico contra o Flamengo, domingo, novamente no Estádio Nilton Santos.

"Conseguimos a vitória, que foi o mais importante de tudo. Tenho mais uma semana para estar ainda melhor para o clássico de sábado", afirmou Gatito, projetando a partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

ADRENALINA E INSÔNIA

E se foi complicado pregar o olho na véspera do encontro com o Corinthians, na noite depois do jogo não foi diferente. "Demorei para dormir, foi muita adrenalina em pouco tempo. Vi a defesa algumas vezes. Não poderia imaginar uma volta melhor", afirmou.

Com 38 pontos, o Botafogo conseguiu dar uma respirada importante na briga contra o rebaixamento. Por isso, vencer o Rubro-Negro, que ainda briga pelo heptacampeonato brasileiro, é vital para praticamente afastar o risco de queda para a Série B.

 

PREPARADOR REVELA PAPO COM GOLEIRO

Responsável pelo trabalho específico dos goleiros alvinegros, o preparador Flávio Tênius revelou o papo que teve com Gatito Fernández logo após o jogo contra o Corinthians. "Pô, cara! Tinha que ser dessa maneira, você pegando uma bola no último minuto e ajudando efetivamente mesmo a equipe", disse, aliviado, Tênius, ao Globoesporte.com.

Nas redes sociais, o ídolo Jefferson, outro que está perto de retornar aos gramados, homenageou o companheiro. "Hoje desejo compartilhar com você a alegria, a motivação e a força para um grande retorno. Que Deus te abençoe e te ilumine irmão. Tamo (sic) junto", postou.

Comentários