Rio, 11/11/2019 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O jogador Gatito Fernandez do Botafogo, durante partida contra equipe do Avaí, em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019, realizado no Estádio Nilton Santos, Zona Norte do Rio, na noite desta segunda-feira (11). Foto: Marcelo Gonçalves/Parceiro/Agência O Dia - Marcelo Gonçalves/Parceiro/Agência O Dia
Rio, 11/11/2019 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O jogador Gatito Fernandez do Botafogo, durante partida contra equipe do Avaí, em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019, realizado no Estádio Nilton Santos, Zona Norte do Rio, na noite desta segunda-feira (11). Foto: Marcelo Gonçalves/Parceiro/Agência O DiaMarcelo Gonçalves/Parceiro/Agência O Dia
Por O Dia
Rio - O goleiro Gatito Fernández, do Botafogo, teve seu julgamento marcado pelo STJD para a próxima quinta-feira, às 10h. Ele irá à júri por ter chutado o equipamento do VAR após a derrota do Botafogo para o Internacional, no Estádio Nilton Santos, quando o alvinegro teve dois gols polêmicos anulados.
Além de uma possível multa de até R$ 100 mil, Gatito pode pegar um gancho de 30 a 180 dias. Caso seja condenado, ele corre o risco de perder os duelos contra o Vasco, nos dias 17 e 23, pela Copa do Brasil