Guerrero deixa futuro em aberto após revés na Copa: 'nas mãos do Flamengo'

Atacante não garantiu permanência no clube depois do Mundial. Contrato do camisa 9 com o Rubro-Negro termina em agosto

Por O Dia

Guerrero concede entrevista coletiva, em Sochi
Guerrero concede entrevista coletiva, em Sochi -

Sochi - Paolo Guerrero ainda não sabe onde vai jogar após a Copa do Mundo. Depois de ser eliminado com a seleção do Peru ainda na fase de grupos, o atacante deixou seu futuro em aberto durante entrevista coletiva em Sochi, onde a equipe peruana se prepara para cumprir tabela contra a Austrália. O camisa 9 afirmou que retorna ao Flamengo após o Mundial, mas não garantiu sua permanência no Rubro-Negro.

"Tenho contrato até agosto. Neste momento, estou na seleção. Depois tenho que retornar ao Brasil e me reintegrar ao grupo, ao Flamengo (...) Não sei o que vai acontecer. Creio que está nas mãos do Flamengo", afirmou Guerrero. 

Após a derrota para a França na última quinta-feira, o jogador afirmou que estava liberado para defender o clube carioca. Após ser punido por doping, o atacante teve o contrato reativado pela Justiça da Suíça, que concedeu um efeito suspensivo ao atleta, que tem contrato com o Rubro-Negro até 10 de agosto.

Por sua vez, o jurídico do Flamengo também acredita que o peruano esteja apto a jogar, porém, um desgaste entre as duas partes pode melar uma renovação de contrato. Antes da Copa, as negociações travaram após o jogador pedir um contrato longo, além dos vencimentos do período em que esteve suspenso.

Sem perder tempo, o Flamengo correu para se reforçar e anunciou a chegada do atacante colombiano Fernando Uribe. O atleta de 30 anos estava no Toluca, do México, e deve assinar contrato nos próximos dias.