Lei do ex! Everton marca e Flamengo acaba derrotado pelo São Paulo no Maracanã

Rubro-negro viu sua vantagem na liderança diminuir para um ponto

Por Vitor Machado

São Paulo venceu o Flamengo por 1 a 0
São Paulo venceu o Flamengo por 1 a 0 -

Rio - O Flamengo mostrou que, apesar do mês de paralisação para a Copa do Mundo, não conseguiu encontrar soluções para seus problemas. Porém, mesmo com a derrota para o São Paulo por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Maracanã, o time comandado por Mauricio Barbieri, alimentado pela gordura criada nas rodadas anteriores, segue como líder do Brasileiro. Mas agora já não tem margem de erro. Um ponto à frente do time paulista, o Rubro-Negro pode perder a primeira posição se tropeçar sábado no clássico contra o Botafogo.

Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

"Faltou tranquilidade na finalização. A equipe forçou jogadas depois que tomamos o gol. Mas estamos no caminho certo. Vai ter dia que não venceremos. É pensar no próximo jogo. É clássico, nada melhor para dar a volta por cima", afirmou Renê.

 

Sem Vinicius Júnior, Barbieri apostou em Marlos Moreno que, mais uma vez, não conseguiu provar ter futebol para compor um elenco postulante ao título. Para piorar, Romulo, substituto do colombiano Cuéllar, de tão mal, deve ter provocado saudade de Jonas na torcida.

 

Com Guerrero liberado, Diego, Everton Ribeiro e Lucas Paquetá, o Flamengo, no papel, tinha cara de campeão. No primeiro tempo, o Rubro-Negro manteve segurança defensiva e parecia, pelo volume de jogo, que a qualquer momento abriria o placar. Mas a bola no travessão, na cabeçada de Paquetá, aos 42, deu o sinal de que, nesta noite, o líder ficaria devendo.

 

"Jogo complicado, mas criamos oportunidades. Estamos fazendo um bom jogo e temos que buscar o gol. Barbieri falou para não termos tanta pressa para finalizar, porque, com calma, temos criado chances. Não precisa de desespero. Não podemos deixar espaço para o contra-ataque deles. Uma vez ou outra vão chegar, é natural, mas, no geral, estamos fazendo um bom jogo", avaliou Diego.

 

O camisa 10 foi mal na criação, mas bem na previsão. Logo aos 2 da etapa final, um contra-ataque, que começou após lançamento errado de Renê, terminou em cruzamento preciso de Rojas para Everton, de cabeça, fazer o gol da vitória do São Paulo.

 

O Flamengo tentou empatar, mas esbarrou nas próprias limitações — o estreante Fernando Uribe, atacante colombiano, perdeu duas chances, uma delas com o goleiro Sidão batido, após defender chute de Paquetá.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0X1 SÃO PAULO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)

Público/Renda: 55.986 torcedores presentes/51.777 torcedores pagantes/R$ 1.588.687,00

Cartões amarelos: Rômulo e Everton Ribeiro (FLA); Everton, Araruna, Reinaldo e Sidão (SAO)

Cartão vermelho: Araruna (SAO)

Gol: Everton, aos 2 minutos do segundo tempo (SAO)

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Romulo (Trauco), Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro (Matheus Sávio) e Marlos Moreno (Uribe); Guerrero. Técnico: Maurício Barbieri.

São Paulo: Sidão, Militão, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei (Liziero), Hudson, Rojas (Araruna) e Everton (Tréllez); Nenê; Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre.