Candidatos à presidência do Flamengo dão nomes ao possível técnico para 2019

Rádio Globo realizou debate com os quatro concorrentes para assumir o Rubro-negro

Por O Dia

Renato Gaúcho assiste ao último treino antes da final com o Lanús
Renato Gaúcho assiste ao último treino antes da final com o Lanús -

Rio - Na última segunda-feira, a Rádio Globo realizou um debate com os quatro candidatos à presidência do Flamengo. Todos foram questionados sobre um novo técnico para a próxima temporada. O nome mais improvável foi o de Marcelo Cabo, atualmente no CSA, uma aposta de José Carlos Peruano. Rodolfo Landim indicou já estar acertado com Renato Gaúcho ou Abel Braga, como afirmou durante o programa 'A Última Palavra'. Já Ricardo Lomba, atual vice de futebol e candidato, e Marcelo Vargas não confirmaram nenhum nome.

José Carlos Peruano afirmou que o seu técnico seria o Cuca, mas como ele está afastado por problemas de saúde, Marcelo Cabo aparece como uma alternativa. O técnico subiu o CSA da série B, sem estrutura para tal, logo, ao ver do candidato, no Flamengo conseguiria um grande feito. Peruano falou também sobre a contratação de Renato Gaúcho, que seria a principal aposta de Lomba ou Landim, "porque eles gostam de grife". Mas, para ele, o técnico não poderia assumir o Rubro-negro, pois humilhou e esnobou o clube.

Já Marcelo Vargas acredita que primeiro precisa ser definido um perfil e não um nome. Para ele, o técnico não pode estar em começo de carreira e nem defasado: "Quero um técnico que imponha respeito".

Rodolfo Landim também segue essa ideia e acredita que o técnico precisa ser experiente e vencedor: "O que vimos nos últimos tempos foram técnicos que não tinham noção desta dimensão". O candidato ainda relembra a contratação de Maurício Barbieri nesta temporada: "Colocamos um técnico jovem, promissor, mas que não tinha noção do que era o Flamengo".

Enquanto isso, Ricardo Lomba diz já ter um perfil traçado, mas que não está na hora de fazer essa divulgação, pois isso pode prejudicar as negociações. O atual vice de futebol também comenta que "será um treinador vencedor, porque queremos um Flamengo vencedor".