Flamengo aposta em Abel Braga para recuperar os artilheiros

Com dificuldades no mercado, solução ofensiva pode estar nas mãos do técnico

Por O Dia

Em baixa no Fla, Dourado viveu grande fase sob o comando de Abel no Flu
Em baixa no Fla, Dourado viveu grande fase sob o comando de Abel no Flu -

Rio - Tirar Gabigol da Inter de Milão é quase uma obsessão da nova diretoria rubro-negra, mas o clube italiano faz jogo duro. Com poucas opções no mercado, a busca por um centroavante que mude o elenco de patamar é um sonho cada vez mais distante, e a solução pode ser recuperar os que já estão no clube, caso a negociação com o artilheiro do Brasileiro fracasse.

O técnico Abel Braga, recém-chegado, tem a fama de facilitar a vida do camisa 9. Foi sob seu comando que Henrique Dourado terminou 2017 como artilheiro do Brasil, com 32 gols, pelo Fluminense. Depois de uma temporada irregular, recuperar o Ceifador pode ser um dos primeiros desafios de Abelão no Rubro-Negro, tarefa que está acostumado a executar.

O colombiano Fernando Uribe também não empolgou, mas terminou o ano como titular absoluto e deixando sua marca cinco vezes nos últimos nove jogos. Há a expectativa de que ele cresça de rendimento depois de um período de adaptação ao Brasil, já que foi ídolo no Toluca, do México.

PROPOSTA POR DODÔ

A volta de Vágner Love, que tenta rescindir o contrato com o Besiktas, da Turquia, está sendo especulada, mas ele não é unanimidade. Parte da torcida questiona se está, de fato, acima dos outros centroavantes do elenco. Além disso, Lincoln e Vitor Gabriel, ambos de 18 anos, pedem passagem no time principal e poderiam perder espaço.

O lateral-esquerdo Dodô, que pertence à Sampdoria, da Itália, e disputou o Brasileiro pelo Santos, é outro nome que interessa ao Flamengo. De acordo com o site 'Diário do Peixe', o Rubro-Negro ofereceu R$ 10,8 milhões pelo jogador, mas tem a forte concorrência do Cruzeiro.

Comentários