Gabigol afirma que encontro com dirigente do Flamengo foi 'casual'

Atacante está na mira do clube carioca

Por HUGO PERRUSO

Gabigol participou do Jogo das Estrelas e ouviu os gritos de 'Vem, vem!' da torcida do Fla
Gabigol participou do Jogo das Estrelas e ouviu os gritos de 'Vem, vem!' da torcida do Fla -

Rio - Um encontro casual num shopping da Barra reforçou o que já se sabia: o Flamengo quer contar com Gabigol em 2019, apesar de a negociação não ser simples. Na quarta-feira, o atacante tomou um café com o vice de futebol, Marcos Braz, e aproximou ainda mais a sua relação. Ainda assim, depende da liberação da Inter de Milão, que num primeiro momento gostaria de emprestá-lo a um clube europeu. O Rubro-Negro segue no aguardo de uma definição, com prioridade no Brasil.

"Foi casual, minha mãe estava fazendo compras no shopping, demorou muito (risos). Eu e ele não conversamos sobre futebol. É coisa natural, várias pessoas se encontram no shopping", desconversou Gabigol na chegada ao Jogo das Estrelas, ontem no Maracanã.

Com futuro ainda indefinido, o atacante tem apresentação marcada para o dia 7 de janeiro em Milão, mas está fora dos planos da Inter e pode ser que nem precise viajar. Ele preferiu não se manifestar sobre o desejo do Flamengo.

"Eu quero ser feliz, ter sequência, poder ajudar meus companheiros e me sentir bem, ser feliz. É o que todo jogador quer. Acho que o Flamengo tem grande atacantes, não quero pensar muito nisso não", afirmou Gabigol, que se mostrou satisfeito com o apoio dos rubro-negros. "Eu respeito todas as torcidas. Gosto muito, até porque não sou carioca e ter o carinho de uma grande torcida eu fico muito contente".

E a torcida rubro-negra foi bem receptiva com o possível reforço. Após início tímido, Gabigol marcou um gol e aproveitou a comemoração para reverenciar a torcida, recebendo de volta aplausos e gritos de "vem, vem vem".

Um dos destaques do Flamengo nesta temporada, Éverton Ribeiro aprovou a possível chegada do atacante para reforçar a equipe.

"Gabigol é excelente jogador, já mostrou seu potencial e se tiver ao nosso lado vai ser muito bom", analisou o meia.