Fla-Flu será prova de fogo para a defesa do Flamengo

Rubro-Negro só não sofreu gol em uma partida na Taça GB, enquanto Tricolor tem um dos melhores ataques da competição

Por O Dia

Titular com o técnico Abel Braga, o goleiro Diego Alves vê o time rubro-negro numa ótima caminhada
Titular com o técnico Abel Braga, o goleiro Diego Alves vê o time rubro-negro numa ótima caminhada -

Rio - Após passar a primeira partida sem sofrer gol nesta temporada, na vitória por 4 a 0 sobre a Cabofriense, a defesa do Flamengo terá a prova de fogo o duelo com o Fluminense, sábado, pela semifinal da Taça Guanabara. O Tricolor tem o melhor ataque da competição até aqui, empatado com o próprio Rubro-Negro, com 12 gols, e está acostumado a golear neste Estadual — marcou pelo menos três vezes em três partidas na fase de grupos.

Ainda em busca da formação ideal no setor ofensivo, com a tentativa de encaixar Gabigol e Arrascaeta no time titular, o técnico Abel Braga parece estar convicto sobre o quinteto de defesa. O goleiro Diego Alves é titular incontestável. Pará, Rhodolfo, Rodrigo Caio e Renê formam a primeira linha, pelo menos enquanto não chegam o lateral-direito Rafinha, já bem encaminhado, e mais um zagueiro. O camisa 1 encara a oscilação com naturalidade neste início de ano.

"Estamos em uma crescente. É normal essa fase de adaptação, temos jogadores chegando. A cada jogo podemos ver uma grande melhora. Já não levamos gol, isso é importante, dá confiança. Vamos seguir trabalhando, o ano está só começando", disse o goleiro Diego Alves.

Apesar das muitas opções que Abel tem em mãos, principalmente do meio para a frente, a tendência é que a escalação da goleada sobre a Cabofriense seja mantida. Como foi o primeiro colocado do Grupo B, o Flamengo só precisa de um empate para garantir uma vaga na decisão da Taça Guanabara.

Comentários