Em silêncio, Flamengo volta aos treinos para o Fla-Flu após tragédia no Ninho

Jogadores chegaram ao Ninho do Urubu sem falar com a imprensa

Por O Dia

Jogadores e comissão técnica do Flamengo fazem oração no Ninho do Urubu
Jogadores e comissão técnica do Flamengo fazem oração no Ninho do Urubu -

Rio - O Flamengo treinou em campo pela primeira vez desde o incêndio no alojamento das categorias de base no Ninho do Urubu, na sexta-feita, mas a dor pela perda dos dez adolescentes ainda é grande. Os jogadores chegaram em silêncio, em respeito às vítimas da tragédia, e o clima é de luto no Rubro-Negro.

Interrompida pela tragédia no CT, a preparação para a semifinal da Taça Guanabara, quinta, contra o Fluminense, foi retomada sob sigilo absoluto. As atividades foram fechadas à imprensa, e o time que vai a campo no clássico é uma incógnita. Uma provável novidade é a escalação de Gabigol entre os titulares, na vaga do colombiano Uribe.

Exceto pela titularidade de Gabigol, o time deve ser o mesmo que venceu por 4 a 0 a Cabofriense, dia 3. O atacante Bruno Henrique, autor de um dos gols do jogo, ganhou de vez a vaga de Vitinho após o primeiro teste no time titular.

Com um tempo maior para se recuperar de lesão, o atacante Berrío será um reforço para o Flamengo no clássico com o Fluminense. Ainda sem atuar neste ano por causa de uma lesão na coxa, ele ficará no banco de reservas. 

Nas redes sociais, o clube compartilhou uma foto e definiu o dia como "a segunda-feira mais triste de sua história".

 

 

Comentários