Arão se emociona com pedido das mães de Rykelmo e Jorge: 'Vou levá-los pro resto da vida'

Volante entrará em campo com o nome dos garotos nesta quinta-feira

Por O Dia

Willian Arão conversou com a imprensa no Ninho do Urubu
Willian Arão conversou com a imprensa no Ninho do Urubu -

Rio - Willian Arão foi o escolhido para conversar com a imprensa nesta quarta-feira, no Ninho do Urubu. Na coletiva, o volante se emocionou ao lembrar do pedido das mães de Jorge e Rykelmo para que ele levasse o nome dos garotos nas costas nesta quinta-feira, contra o Fluminense. Eles também jogavam de volante e eram fãs do camisa 5.

"Eu sai de casa hoje dizendo que não iria chorar... Quando fiquei sabendo o pedido da mãe do Jorge, me senti emocionado, junto com minha família. Agora fiquei sabendo que a mãe do Rykelmo pediu também. Me sinto honrado de saber que tive uma influência positiva, mesmo eu cometendo erros. Queriam parecer comigo. Para mim é muito forte. Escrevi um texto para a mãe do Jorge. Não vou levá-los nas costas apenas para o jogo de amanhã. Vou levar para ao resto da minha vida. Marcado para sempre", declarou Arão.

O volante também falou sobre o desafio emocional que será voltar a campo depois da tragédia.

"Vai ser difícil, não é um jogo qualquer. Não tenho palavras pra descrever como vai ser, a gente vai tentar acordar amanhã e dar mais um passo adiante. A gente sabe que vão ser muitas homenagens, coisas lindas para eles. A gente também tem um jogo, vamos honrar eles como a gente sempre fez no Flamengo, entrando em campo e dando o nosso máximo", completou.

Flamengo e Fluminense se enfrentam nesta quinta-feira, às 20h30, no Maracanã, pela semifinal da Taça Guanabara.

Comentários