Flamengo terá nova reunião com o MP sobre o Ninho do Urubu

Diretoria vai conhecer as exigências dos órgãos públicos para regularizar e liberar o CT

Por O Dia

O Ninho do Urubu está interditado somente para os garotos 
da base
O Ninho do Urubu está interditado somente para os garotos da base -

Rio - Notificada ontem pela Justiça, a diretoria do Flamengo acatou a decisão de não permitir a entrada de crianças e adolescentes no Ninho do Urubu. Hoje, os dirigentes rubro-negros participarão de mais uma reunião com o Ministério Público do Estado (MPE) para começar a buscar a liberação total do Centro de Treinamento.

Na reunião com o MP, o Flamengo receberá a lista de exigências para tentar liberar o CT após as vistorias realizadas por inúmeros órgãos — como Bombeiros, Ministério Público, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública — na última terça-feira. Na quarta-feira, o clube foi surpreendido pela decisão da 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso de proibir a entrada de crianças e adolescentes no Ninho do Urubu.

Os dirigentes pensavam que não haveria qualquer tipo de interdição até a nova reunião de hoje. O MP havia entrado com uma Ação Civil em abril de 2015 e o processo se arrastou até o trágico incêndio que matou dez garotos entre 14 e 16 anos. Caso descumpra a decisão, o Flamengo será multado em R$ 10 milhões e o presidente Rodolfo Landim, em R$ 1 milhão.

Como as categorias de base estão em recesso desde a tragédia, o Flamengo terá tempo para buscar uma solução temporária, caso não consiga a liberação. A principal alternativa é o CFZ, no Recreio, mas há também a possibilidade de utilização da Gávea. Vale lembrar que nesta semana os meninos do Ninho começariam a ocupar o módulo moderno inaugurado no fim de 2016 e deixariam de vez os alojamentos em contêineres.

Inicialmente, os trabalhos do elenco principal não foram afetados, mas há o receio de que nova interdição possa acontecer. Enquanto isso, a diretoria rubro-negra segue tentando regularizar a situação do CT em todas as frentes.

NOVA PERÍCIA

Ontem, mais uma vez o Ninho do Urubu recebeu a perícia do Instituto de Criminalística Carlos Éboli. As investigações das causas do incêndio seguem sendo feitas pela 42ª DP (Recreio). Ex-dirigentes do clube são esperados nos próximos dias para prestar depoimentos, entre eles Alexandre Wrobel, ex-vice de patrimônio.

 

Comentários