Vitinho  - Marcelo Gonçalves/Parceiro/Agência O Dia
Vitinho Marcelo Gonçalves/Parceiro/Agência O Dia
Por Lance
Rio - A mudança no comando técnico do Flamengo, com a chegada de Jorge Jesus, pode servir como um recomeço para vários atletas dentro do elenco rubro-negro. Vitinho é um destes casos. Sem se firmar como titular da equipe no primeiro semestre, o atacante está aproveitando bem a intertemporada: fez gols no jogo-treino e mostra a intensidade cobrada pelo português no Ninho.

Nesta terça-feira, o camisa 11 atendeu a imprensa antes da atividade no CT, dando suas impressões sobre o trabalho de Jorge Jesus. Com a confiança renovada para o segundo semestre, Vitinho espera deixar as vaias da torcida para trás e, enfim, corresponder a expectativa criada em sua contratação.

"Espero continuar dando sequência e evoluir, ter mais tempo em campo e aproveitar. Tenho me cobrado muito na preparação e na concentração. Quero ir bem, ter sequência, ajudar o Flamengo e ser o que todos esperam de mim", afirmou Vitinho, ressaltando os aspectos positivos trazidos por Jorge Jesus:

"É importante a confiança, mas vejo que ele dá confiança a todos. São 12 dias de trabalho, ainda tem muitas coisas para nos passar. Tenho me concentrado para pegar todas as mensagens dele. A intensidade que ele pede é alta, então o treino é fundamental. Tem sido duro. Estamos começando a colher os frutos".

Em julho de 2018, os R$ 54 milhões pagos o tornaram Vitinho, vindo do CSKA, da Rússia, o reforço mais caro do clube até então. A chegada de Arrascaeta, em janeiro deste ano, tirou este peso do atacante, uma vez que o clube da Gávea desembolsará mais de R$ 80 milhões pelo meia uruguaio, que veio do Cruzeiro.

Com o técnico Abel Braga e o interino Marcelo Salles, Vitinho fez 26 partidas em 2019. Porém, apenas nove vezes foi titular, sendo sete no Campeonato Carioca.

Mesmo assim, o camisa 11 é o terceiro maior artilheiro do time na temporada, com seis gols, atrás dos titulares Bruno Henrique, com 13, e Gabigol, com 14.

Sem Everton Ribeiro, lesionado, e Arrascaeta, envolvido na disputa da Copa América, Jorge Jesus tem trabalhado com Vitinho na linha de três à frente do primeiro volante, ao lado de Diego (centralizado) e Lucas Silva. O retorno dos principais nomes aos treinos acirra a concorrência pela titularidade na equipe.