Fla ocupa a mesma posição do Palmeiras, campeão em 2018

Há um ano, o líder do Campeonato Brasileiro era justamente o Rubro-Negro, que, àquela altura da competição, tinha o Verdão na terceira colocação

Por O Dia

Numa quarta-feira de junho, o Flamengo de Lucas Paquetá e Vinicius Junior dormia em berço esplêndido após vencer o Fluminense por 2 a 0, em Brasília. A vitória, válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2018, dava ao Rubro-Negro a liderança isolada da competição. Naquela mesma noite, o Palmeiras colocava a cabeça no travesseiro satisfeito com a terceira colocação. Ao fim do campeonato, foi o Verdão quem levantou a taça. Será que os papéis se inverterão um ano depois?

Passada a 10ª rodada do Brasileirão deste ano, agora é o Palmeiras quem está na liderança, com 26 pontos, e o Flamengo é justamente o terceiro, com 20. Em 2018, a diferença entre primeiro e terceiro colocados era de cinco pontos. O Rubro-Negro ainda venceria o Paraná e empataria com o Palmeiras antes da parada para a Copa do Mundo da Rússia. O intervalo, aliás, foi fundamental para a derrocada do time carioca.

No primeiro jogo depois da Copa de 2018, o Flamengo perdeu para o São Paulo em pleno Maracanã (1 a 0). Coincidentemente, o Palmeiras também tropeçou diante do Tricolor Paulista na primeira rodada após a Copa América. O resultado, no entanto, foi diferente: 1 a 1, no Morumbi.

Uma mudança de treinador chacoalhou o ambiente do Palmeiras e foi fundamental para que o time paulista levantasse o título do Brasileirão. No fim de julho, o Verdão acertou com Felipão, que terminou o campeonato sem nenhuma derrota. Um ano depois, é a torcida do Flamengo quem espera que a troca de treinador — Abel Braga por Jorge Jesus — faça efeito positivo no clube.

Duas equipes de maior investimento do país, Flamengo e Palmeiras também estão vivos na Copa do Brasil e na Libertadores. Pelo torneio continental, os times podem se enfrentar na semifinal. Já pelo nacional, eles só se encontrarão caso cheguem até a final. Amanhã, o Rubro-Negro encara o Athletico-PR, às 21h30, pelas quartas, no Maracanã. Simultaneamente, o Palmeiras enfrenta o Internacional, no Beira-Rio.

Reforços treinam no Ninho

Apresentados na semana passada, o volante Gerson e o zagueiro Pablo Marí treinaram pela primeira vez no Ninho do Urubu. A dupla passou por testes físicos e já trabalhou no campo ao lado dos companheiros que não inciaram a partida contra o Goiás, domingo.

Como ainda não foram regularizados, Gerson e Pablo Marí ainda não têm previsão de estreia. Devido ao calendário do futebol europeu, eles estavam de férias e ainda precisam ganhar condicionamento físico. O espanhol atuou pela última vez no dia 23 de junho, enquanto o ex-volante do Fluminense não joga desde maio.

Contratada após o fechamento do período de inscrições, a dupla não poderá jogar a Copa do Brasil. Sendo assim, serão inscritos no Brasileiro e na Libertadores, na qual precisam estar regularizados até o dia 22 para disputar as oitavas, contra o Emelec.

Cuéllar diz estar feliz no clube

Em meio à felicidade pela goleada por 6 a 1 sobre o Goiás, o único incômodo para os rubro-negros era a evidente insatisfação de Cuéllar com a reserva. Enquanto o time saudava a torcida no meio de campo, o colombiano estava deslocado e caminhou sozinho para o vestiário. Mas o empresário do jogador, Gianfranco Petruzziello, tranquilizou a torcida.

"Ele está realmente satisfeito com o Flamengo, feliz com o Flamengo. Com o momento dele, é lógico que não está feliz, porque quer jogar. É natural do jogador com esse brio, com essa gana que demonstra dentro de campo e acaba levando isso para fora também", disse Gianfranco ao site Globoesporte.com.

Embora negue a insatisfação, Cuéllar já afirmou que sonha jogar na Europa. A diretoria, porém, não vai facilitar a sua saída e aguarda uma boa proposta.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários