Torcedor do Flamengo aponta os 'pipoqueiros' da eliminação

Pelas ruas do Rio, brincadeira é de que o 'cheirinho' está irresistível

Por O Dia

Pipoqueiro há mais de 20 anos, Adenilson Félix ficou na bronca com o pênalti perdido por Diego
Pipoqueiro há mais de 20 anos, Adenilson Félix ficou na bronca com o pênalti perdido por Diego -

As salgadas têm queijo, bacon e até camarão. As doces levam leite condensado, canela ou paçoca. A barraca do Adenilson, na Cinelândia, vende pipoca de vários sabores e tamanhos, mas nenhuma delas amarga o paladar: esse gosto só a 'pipoca do Flamengo' dá. Haja saco!

A eliminação para o Athletico-PR nas quartas de final da Copa do Brasil, em pleno Maracanã lotado, deixou a galera revoltada, pulando como milho em panela quente. Adenilson Félix, pipoqueiro há mais de 20 anos, foi dormir de cabeça cheia.

"É absurdo aqueles caras ganharem milhão e ainda fazerem aquilo. O Diego jogou o pênalti na mão do goleiro", relembrou o rubro-negro, provocado por um pipoqueiro tricolor que também trabalha na Cinelândia. "Esse aí chorou e tudo com a eliminação", brincou o concorrente.

Adenilson listou os 'pipoqueiros' da noite no Maraca: "Fiquei muito decepcionado. Vitinho, Everton Ribeiro e principalmente Diego deram vexame". O camisa 10 e capitão do Flamengo, aliás, também desperdiçou um pênalti na decisão da Copa do Brasil de 2017, contra o Cruzeiro. "Diego é pipoqueiro legal, mas não como eu. Eu faço e vendo bem. O que ele faz, não faz direito".

O pênalti perdido na quarta-feira foi o terceiro em quatro cobranças de Diego neste ano. Depois do jogo, ele se defendeu: "Assisti aos vídeos, assim como os goleiros também nos estudam, treinei exatamente igual. Ele (Santos) vinha tomando as decisões sempre de sair antes e, por isso, cobrei alto, no meio". Pelo jeito, os estudos de Santos foram mais eficientes. Das 14 cobranças de Diego no Flamengo, seis foram no centro, seis no lado direito do goleiro e somente duas à esquerda.

Apesar da decepção pela eliminação na Copa do Brasil, Adenilson Félix não perde a confiança e acredita que o Flamengo vá sair do cheirinho no fim do ano. "Tenho muita confiança no Arrascaeta, no Bruno Henrique... Se Jesus der um jeito nessa 'pipoquice' do time, vamos pras cabeças".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários