Flamengo perde para o Emelec e se complica na Libertadores

Apático, Rubro-Negro é dominado no Equador. Derrota por 2 a 0 obriga time de Jorge Jesus a vencer por 3 a 0 o duelo no Maracanã para ir às quartas de final

Por O Dia

Rodinei disputa o lance com Godoy, que fez o primeiro gol do Emelec: o lateral foi surpresa na escalação de Jesus
Rodinei disputa o lance com Godoy, que fez o primeiro gol do Emelec: o lateral foi surpresa na escalação de Jesus -

Guayaquil - Em noite para ser esquecida, com direito a invenções de Jorge Jesus, o Flamengo, apático, deu vexame no Equador. A derrota por 2 a 0 para o inexpressivo Emelec, ontem, no Estádio George Capwell, obriga o Rubro-Negro a vencer por três gols de diferença, no Maracanã, para ir às quartas de final da Libertadores. Missão que, a julgar pelo desempenho de ontem, será das mais difíceis.

As mudanças táticas feitas por Jorge Jesus confundiram os jogadores. Com Rafinha improvisado no meio de campo, na vaga de Cuéllar, e Rodinei mantido na lateral-direita, o Flamengo não se encontrou. Para piorar, o Emelec abriu o placar aos 10 minutos: Guerrero bateu cruzado e Godoy, livre, tocou no canto de Diego Alves, que pulou atrasado.

O Flamengo sentiu o gol. Improdutivo ofensivamente, só assustou em duas finalizações de Gabigol, aos 29 e 42 minutos. No mais, pouca inspiração na busca pelo empate e muita transpiração para não aumentar o prejuízo no placar antes do intervalo — embora o limitado Emelec nada tenha feito para merecer vantagem maior.

No segundo tempo, o time equatoriano até facilitou as coisas, quando Vega, aos 12 minutos, foi expulso após falta em Rafinha. Com um a mais, o Flamengo passou a pressionar o Emelec, mas pecou nas raras chances de gol que criou. Ainda perdeu Diego, lesionado, após Lincoln, Cuéllar e Lucas Silva entrarem em campo.

Com as três alterações feitas, o Flamengo também ficou com dez jogadores, se perdeu novamente e levou o segundo gol. Caicedo, aos 33, chutou, a bola desviou em Renê e entrou. Renê, aos 40, ainda acertou bola na trave, mas o Rubro-Negro, apático, não conseguiu diminuir o vexame em Guayaquil.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Rodinei disputa o lance com Godoy, que fez o primeiro gol do Emelec: o lateral foi surpresa na escalação de Jesus AFP
Rafinha sofre falta de Vega, que foi expulso, aos 12 minutos do segundo tempo AFP
Brazil's Flamengo Rafinha (L) vies for the ball with Ecuador AFP

Comentários