Haja rivalidade

Embalado no Brasileiro, Mengão encara o Vascão já pensando no hepta, mas o rival quer atrapalhar os planos

Por O Dia

Flamengo e Vasco é uma final à parte. O clichê, mais do que nunca, é válido para o clássico de hoje, que terá um gostinho especial para o vencedor. Cada vez mais perto do hepta, o Rubro-Negro quer sacudir o rival novamente para ter chances de ser campeão brasileiro neste fim de semana. Já o Cruzmaltino, sem grandes pretensões, joga com a motivação de ao menos atrasar a conquista do clube da Gávea.

Mesmo depois da vitória por 3 a o sobre o CSA, domingo, o clima em São Januário era de não dar pistas aos adversários. O técnico Vanderlei Luxemburgo chegou a fechar os treinos à imprensa.

Até para os mais fanáticos vascaínos está difícil acreditar na possibilidade de o Rubro-Negro perder o título, mas a sensação de 'carimbar' a faixa do rival pode ser reconfortante, ainda mais depois da goleada por 4 a 1 que sofreu no primeiro turno, em Brasília.

"Eu espero que o Vasco entre focado em conquistar o resultado, independentemente de o Flamengo estar melhor no campeonato. E espero poder atrapalhar o Flamengo e evitar que seja campeão logo", torce o estudante Pedro Ribeiro, de 21 anos.

O Flamengo, por sua vez, divide as atenções entre a reta final do Brasileiro e a decisão da Libertadores, dia 23, contra o River Plate. Se ganhar hoje e no domingo, contra o Grêmio, pode viajar para Lima já com uma faixa de campeão no peito — só dependerá de um tropeço do Palmeiras, diante do Bahia, na Fonte Nova.

Com o hepta encaminhado, o estudante Pedro Paulo Bayer, 20 anos, admite que a cabeça já está na Liberta. "Com tranquilidade, vamos poder cantar que somos campeões logo. Todo dia, quando acordo, fico pensando em quantos dias faltam para a final".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários