Torcedor do Flamengo faz tatuagem em referência ao bi da Libertadores

Marcelo Macedo, morador de Japeri, está muito confiante para a partida deste sábado

Por Venê Casagrande e Danillo Pedrosa

Na perna, o bi antecipado
Na perna, o bi antecipado -

Uma das características mais marcantes da torcida do Flamengo é a confiança, mas o famoso bordão 'deixou chegar' perdeu força nos últimos anos com algumas decepções. Indo na contramão da maior parte dos rubro-negros, que não quer oba-oba, o manobreiro Marcelo Macedo é tão otimista que já fez até uma tatuagem comemorando o bi da Libertadores da América.

"Estou muito motivado, focado. Vamos ganhar fácil, com todo o respeito ao time do River Plate, mas o Flamengo vai ser bicampeão", diz Marcelo, que tatuou a panturrilha há duas semanas.

Após sair de Japeri para manifestar o seu apoio no AeroFla, Marcelo tinha mesmo era vontade de embarcar para Lima, mas o alto preço das passagens não permitiu. Ele vai assistir à final em casa, na companhia de amigos, e já tem um palpite para o placar: "Três a um, dois gols do Bruno Henrique e um do Gabigol".

TORCEDORA FAZ APELO POR CAMISA

RIO, 20/11/2019, AeroFla no Aeroporto, Foto de Gilvan de Souza / Agencia O Dia - Gilvan de Souza / Agencia O Dia

 A rubro-negra Ana Helena, cadeirante e moradora da Ilha do Governador, não viu impedimento para comparecer ao Aerofla. O único problema é que ela não pôde ir vestida com uma camisa do Flamengo, já que a fornecedora de material esportivo do clube não fabrica camisas para o seu tamanho. 

 "Por favor, Adidas (fornecedora de material esportivo do FLA), providencie camisas em tamanho especial, porque existem gordinhas torcedoras do Flamengo. Precisamos muito de uma camisa tamanho especial", reclamou a torcedora.


 

Galeria de Fotos

Na perna, o bi antecipado FOTOS Gilvan de Souza
Marcelo Macedo: puro otimismo Gilvan de Souza / Agencia O Dia
Ana Helena (de azul), foi ao Aerofla acompanhada de familiares e amigos Gilvan de Souza / Agencia O Dia

Comentários