É hoje o dia da alegria! Moradores da Ilha vivem tarde especial com Flamengo

Insulanos rubro-negros se divertiram com a torcida acompanhando o embarque: 'nunca vi igual'

Por Yuri Eiras

Torcedores invadiram a Ilha do Governador
Torcedores invadiram a Ilha do Governador -
Rio - Milhares de torcedores enlouquecidos invadiram a Ilha do Governador num dia de semana, no meio da tarde, para acompanhar o embarque do Flamengo no avião que levará até Lima, no Peru. O engarrafamento de quilômetros era inevitável. Tinha tudo para dar errado, mas por sorte dos insulanos, era feriado. Foi só alegria, e a tristeza nem pensou em chegar.
Teve insulano rubro-negro que não aguentou e entrou no clima da comemoração. É o caso do torcedor João Eduardo Júnior. "Estava vendo a movimentação pela televisão. Não aguentei. Peguei minha camisa e desci para a muvuca". Thais Silva foi outra a ser carregada pelo blocão rubro-negro em pleno mês de novembro. "Estava no ônibus vindo do Centro, e desci para a pista. Me juntei aos demais torcedores. Tinha muita gente, a galera foi acompanhando o ônibus".
O economista Pedro Migão mora na Ilha há 15 anos e garante que nunca viu nada parecido, nem em Carnaval. "Eu vi algumas imagens, especialmente a da Ponte Velha toda ocupada, que eu nunca tinha visto na vida. Eu nunca vi uma mobilização de pessoas tão grande, pelo menos desde que moro aqui. Imagino que a volta do tetra de 1994 tenha sido assim, mas eu ainda morava em Cascadura, vi de casa. A Estrada do Galeão engarrafou até a Praça do Avião. As pessoas andando na pista que a gente passa de carro, de coletivo. Nunca vi isso assim. Se o time for campeão, imagina como vai ser domingo de manhã?", questionou o insulano rubro-negro.