Nascido no dia do título de 1981, torcedor espera do melhor presente em 38 anos

Aniversariante do dia, rubro-negro Bruno Rodrigues quer o bi da Libertadores

Por Danillo Pedrosa

Bruno nasceu poucas horas antes do título da Libertadores de 1981: rubro-negro quer um aniversário especial
Bruno nasceu poucas horas antes do título da Libertadores de 1981: rubro-negro quer um aniversário especial -

Agradecimento: instagram @andrew.santiag0 @dondidelicateli pelo bolo.

Rio - O dia 23 de novembro é sagrado para os rubro-negros. Afinal, é a data do título da Libertadores de 1981. Mas é ainda mais especial para Bruno Rodrigues, pois também se confunde com a sua história. Nascido no dia da final contra o Cobreloa, ele comemora hoje o seu 38º aniversário, e o melhor presente possível seria o bi da América.

"Parece que eu estou sonhando, porque nunca vi o Flamengo desse jeito. Só quando criança. Há muitos anos que eu sonho em ver o Flamengo com essa pegada. Já estamos com o título brasileiro na mão e tenho esperança até mesmo de ganhar o Mundial. Acredito que temos capacidade, competência e garra para levar esses três títulos", disse o torcedor. 

Bruno, obviamente, não tem lembranças da conquista de 1981, mas pode ostentar o título de pé-quente. Nascido às 14h, em Laranjeiras, ele só precisou de algumas horas para ser campeão da Liberta, já que a paixão pelo Flamengo veio de berço.

"Assim que eu nasci, meu pai estava lá, mas logo depois ele saiu com os amigos para beber. Comemorou não só o meu nascimento, mas o título ao mesmo tempo", contou Bruno, que precisou ficar com a mãe na maternidade.

Vendedor em uma loja de produtos eletrônicos, ele estará trabalhando até pouco tempo antes de o jogo começar. Para não perder nenhum detalhe da final, Bruno sairá às pressas do trabalho, na Barra da Tijuca, para chegar em casa na Taquara antes das 17h, horário da decisão.

A comemoração do aniversário, pelo menos, já está garantida, mas não estará completa se faltar o título. Se tudo der certo, a festa não tem hora para acabar e vai se estender até amanhã, quando pode chegar o hepta brasileiro.

"Vou sair correndo do trabalho para assistir ao jogo. Vou fazer uma reunião em casa, com os amigos, para ver a decisão, e um churrasco para comemorar no dia seguinte", explicou o rubro-negro, na torcida para que o dia 23 seja ainda mais especial.

 

Comentários