Desfile do Flamengo no Centro do Rio termina em confusão entre torcedores e PM

Tumulto ocorreu após o trio elétrico deixar a Avenida Presidente Vargas

Por O Dia

Confusão no final da festa de comemoração ao título do Flamengo na Libertadores
Confusão no final da festa de comemoração ao título do Flamengo na Libertadores -
Rio - O desfile do Flamengo em carro aberto para comemorar o título da Libertadores, neste domingo, no Centro do Rio, terminou em confusão. Após o trio elétrico deixar a Avenida Presidente Vargas, policiais e torcedores entraram em confronto com direito a pedras e bombas de efeito moral.
A previsão era que o Flamengo deixasse a Presidente Vargas na altura do Monumento Zumbi dos Palmares. No entanto, quando o trio seguiu para a Rua Santana, torcedores tentaram seguir o veículo, mas foram impedidos pela PM, o que acabou originando a confusão.
O guarda municipal João Roberto Costa, 31 anos, foi atropelado durante a correria. Segundo a Guarda Municipal, ele foi levado para UPA da Tijuca, onde recebeu atendimento e passou por exame de raios X, não constatando fraturas. Ele sofreu escoriações no braço esquerdo e na perna com a queda após o acidente, mas passa bem.
De acordo com a assessoria do Souza Aguiar, 23 pessoas feridas durante o tumulto deram entrada no hospital para atendimento.
Os torcedores do Flamengo lotaram as ruas do Centro desde as primeiras horas da manhã. Os jogadores chegaram para desfilar por volta das 12h30 e terminou pouco depois das 16 hrs, quando se iniciou a confusão.

Comentários