Venceram juntos: Nação e Flamengo se despedem do Maracanã em perfeita sintonia

Protagonistas nas conquistas do Brasileiro e da Libertadores, rubro-negros deram um show à parte durante a temporada

Por Danillo Pedrosa

Rio, 27/11/2019, Campeonato Brasileiro jogo entre Flamengo x Ceara válido pela pela 35ª rodada no Maracana, Foto de Gilvan de Souza / Agencia O Dia
Rio, 27/11/2019, Campeonato Brasileiro jogo entre Flamengo x Ceara válido pela pela 35ª rodada no Maracana, Foto de Gilvan de Souza / Agencia O Dia -

A lua de mel entre o Flamengo e a torcida não tem data para acabar, mas está chegando a hora de se despedir por um tempo. Mesta quinta-feira, contra o Avaí, a Nação verá o time jogar pela última vez no Maracanã em 2019, e restarão aos rubro-negros que puderam ver de perto as lembranças de um dos anos mais importantes da história do clube. O 'até logo' será em tom de agradecimento pelas conquistas tão sonhadas. A cereja do bolo pode ser o Mundial, em Doha.

Se o time correspondeu, também não faltou apoio na arquibancada. A relação esteve estremecida com os resultados ruins no início do Brasileiro, mas tudo foi contornado com a chegada de Jorge Jesus, tanto que o Flamengo teve a maior média de público da competição na Era dos pontos corridos — desde 2003 — (58.740), superando a marca de 1 milhão de público total. Na Libertadores, também liderou a estatística, com média de 66.330 presentes.

A sintonia entre os rubro-negros e o clube também foi vista fora dos estádios. Na chegada ao Rio de Janeiro para festejar o título da Libertadores, cerca de 500 mil de rubro-negros foram recepcionar os campeões na avenida Presidente Vargas, segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop). E milhares de torcedores já haviam tomado as ruas para apoiar o time no embarque para Lima (local da decisão) quatro dias antes. Se o bi do Mundial vier, é certeza de mais um dia de carnaval fora de época.

No último jogo em casa, a Nação aproveita a oportunidade para pedir a permanência dos protagonistas dessa temporada, principalmente Gabigol e o técnico Jorge Jesus. Que o show continue em 2020.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia