Flamengo é goleado pelo Santos e perde invencibilidade de quatro meses

Vice-líder, time de Jorge Sampaoli encerra sequência de 29 jogos sem derrota do Rubro-Negro

Por O Dia

Bruno Henrique 
foi figura apagada e saiu no intervalo, com dores na 
coxa direita
Bruno Henrique foi figura apagada e saiu no intervalo, com dores na coxa direita -

No dia da saideira do Campeonato Brasileiro, Jorge Sampaoli fez questão de botar água no chope dos rubro-negros. Os flamenguistas já tinham esquecido o sabor amargo da derrota, que não acontecia há quatro meses — 3 a 0 para o Bahia, na Fonte Nova—, mas o Santos não deu chance ao time de Jorge Jesus e encerrou a invencibilidade de 29 jogos com uma goleada por 4 a 0 na Vila Belmiro. Gols de Marinho, Sánchez (dois) e Eduardo Sasha.

Num duelo de duas equipes que se destacam pelo futebol ofensivo, o jogo começou muito movimentado. Quem teve a primeira boa chance foi Gabigol, que finalizou fraco. Mais competente, o Santos aproveitou sua primeira oportunidade, aos 14 minutos. Sánchez lançou Soteldo, que se livrou da marcação de Rodinei e rolou para Marinho, de primeira, abrir o placar.

Desinteressado, o Flamengo não esboçou reação, enquanto o Peixe cresceu na partida. Os habilidosos Soteldo e Marinho aproveitavam bem as brechas deixadas por Rodinei e Filipe Luís pelos lados do campo. Aos 22, o lateral-esquerdo errou um recuo para Diego Alves e a bola ficou com Sánchez, que invadiu a área e chutou cruzado para aumentar a vantagem. A diferença só não foi maior para o intervalo porque Diego Alves fez ótima defesa em cabeçada de Eduardo Sasha.

Para piorar a situação do Fla, Jorge Jesus precisou voltar para o segundo tempo sem Bruno Henrique, que sentiu dores na coxa direita e deu lugar a Vitinho.

A intensidade continuou alta no segundo tempo, mas ainda era o Santos quem dominava as ações. O Flamengo até tinha a bola, mas Soteldo continuava infernizando a defesa rubro-negra nos contra-ataques. Aos 17, o baixinho fez o que quis com a marcação de Rodinei mais uma vez e cruzou para Eduardo Sasha, de cabeça, marcar o terceiro. Sánchez, aos 39, completou cruzamento de Victor Ferraz para decretar a goleada.

Ao fim do jogo, porém, nada de tristeza. A pedido do Mister, os jogadores foram cumprimentar a torcida rubro-negra presente na Vila Belmiro, que respondeu com muito incentivo para a disputa do Mundial de Clubes. O Flamengo estreia na competição no dia 17, pela semifinal.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Marinho marcou o gol que abriu o placar na Vila Belmiro Divulgação / Santos
Bruno Henrique foi figura apagada e saiu no intervalo, com dores na coxa direita Alexandre Vidal / Flamengo

Comentários