Jornal revela que jogadores do Liverpool chegaram bêbados para enfrentar o Flamengo em 1981

Ex-atletas da equipe inglesa relembram clima de certo descompromisso com o jogo

Por O Dia

Em 1981, o Flamengo venceu o Liverpool por 3 a 0 na final da Copa Intercontinental
Em 1981, o Flamengo venceu o Liverpool por 3 a 0 na final da Copa Intercontinental -
Rio - Há 38 anos atrás, o Flamengo conquistava o mundo pela primeira vez em sua história, quando venceu o Liverpool por 3 a 0 na final da Copa Intercontinental. No entanto, de acordo com a reportagem da Folha de São Paulo, relatos de ex-jogadores mostram que os ingleses não entraram com muito apetite naquela partida.
Bicampeão da Liga dos Campeões na época, o Liverpool não se preparou adequadamente, como revela o capitão daquela equipe, Phill Thompson. Para o ex-jogador e seus companheiros, a partida tinha um clima de amistoso.
"Nossa preparação para o jogo foi muito ruim, o clima que existia entre nós era de amistoso. Não imaginávamos que o Flamengo levaria aquela partida tão a sério. Éramos, de longe, o melhor time da Europa."
Antes da partida, Bob Paisley minimizou a importância do torneio. No entanto, o técnico, que é o maior vencedor da história do clube, pediu desculpas pelos atletas. Para o treinador e atletas, a viagem para o Japão era vista como inconveniente pensando no calendário.
"Antes do jogo, Paisley disse: vamos ao Japão, fazemos o que marcamos para nós e voltamos para Liverpool o mais rápido possível", lembra Thompson.
O capitão também lembrou o trajeto da delegação do Liverpool da Inglaterra rumo ao Japão. Durante a viagem, que durou praticamente um dia, Thompson revelou que os jogadores beberam cerveja e jogaram baralho durante toda a viagem.
"A viagem foi uma piada. Hoje, para fazer o mesmo trajeto você viaja praticamente em um hotel móvel. Quando fomos, ficamos sentados por 24 horas. O que te resta fazer nessa horas? Beber muita cerveja e jogar baralho durante todo o trajeto."
O clima de descompromisso se estendeu quando a delegação desembarcou no Japão. Com dificuldades para dormir devido ao fuso horário, os jogadores ingleses se divertiram e não descansaram. Após apenas 45 minutos de jogo, o placar já marcava 3 a 0 para o Flamengo.
Durante a decisão, o técnico do Liverpool fez apenas uma substituição, substituindo Mc Dermott por Johnson no início da etapa final. Mc Dermott diz ter chegado ao Japão sem muito reconhecimento do adversário. A única informação que os ingleses tinham é sobre Zico e sua qualidade nas cobranças de falta.
"Nós não subestimamos o Flamengo, até porque não sabíamos muito sobre eles. Eu tinha ouvido falar do nosso rival, só conhecia o Santos. O nosso profissional cuidado era não ter ninguém machucado. Só conhecíamos o Zico, que ele tinha muita qualidade nas cobranças de falta. Mas não sabíamos quase nada sobre os outros jogadores. Depois de 90 minutos, aprendi ainda mais sobre Zico, mas também soube quem era Nunes. Ele foi impressionante", afirma Thompson.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários