Filho de presidente da conquista de 81 e atual dirigente do Flamengo, Rodrigo Dunshee tenta reescrever a história

Rodrigo levará com ele um amuleto especial dado pelo seu pai

Por João Vitor Campos e Venê Casagrande

Antônio Dunshee (ao lado de Zico) e Rodrigo Dunshee, de casaco azul ao fundo da foto
Antônio Dunshee (ao lado de Zico) e Rodrigo Dunshee, de casaco azul ao fundo da foto -
Rio - Antônio Augusto Dunshee de Abranches era o presidente do Flamengo no título do Mundial de Clubes de 1981. Naquela época, com 43 anos, estava em Tóquio e presenciou a vitória do Rubro-Negro por 3 a 0 no Liverpool, ao lado de seu filho Rodrigo Dunshee, que hoje é o atual vice-geral e vice jurídico do Flamengo. 
Antônio Dunshee (esquerda) e Rodrigo Dunshee (direita) dentro do Estádio Nacional de Tóquio - Arquivo Pessoal
Rodolfo Landim, atual presidente do clube, convidou o ex-mandatário para acompanhar a viagem da delegação para Doha, no Catar. No entanto, aos 83 anos e diagnosticado com Alzheimer, Antônio será ausência por conta dos seus problemas de saúde.
Apesar de não ter a companhia de seu pai, em busca de mais um título Mundial, Rodrigo tentará repetir o feito ao lado de seu filho. E com eles, um amuleto muito especial dado por Antônio: uma bandeira do Flamengo de 1981. Ela acompanhará Rodrigo e seu filho em todas as partidas do Rubro-Negro na competição. 
Bandeira dada por Antônio Dunshee ao seu filho no título Mundial de 81 - Arquivo Pessoal
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Antônio Dunshee (ao lado de Zico) e Rodrigo Dunshee, de casaco azul ao fundo da foto Arquivo Pessoal
Antônio Dunshee (esquerda) e Rodrigo Dunshee (direita) dentro do Estádio Nacional de Tóquio Arquivo Pessoal
Antônio Dunshee (esquerda) e Rodrigo Dunshee (direita) dentro do Estádio Nacional de Tóquio Arquivo Pessoal
Bandeira dada por Antônio Dunshee ao seu filho no título Mundial de 81 Arquivo Pessoal

Comentários