Alisson sobre final contra o Flamengo: 'Não chegamos nem perto de uma atuação do nível Premier League'

Goleiro elogiou o Flamengo e revelou que os jogadores do Liverpool ficaram admirados com a qualidade dos brasileiros

Por Lance

Firmino, autor do gol da vitória do Liverpool em cima do Flamengo, comemorando ao lado de Alisson
Firmino, autor do gol da vitória do Liverpool em cima do Flamengo, comemorando ao lado de Alisson -
Rio - O goleiro Alisson relembrou a final do Mundial de Clubes, na qual o Liverpool venceu o Flamengo e saiu campeão do torneio. 

Em entrevista à Folha de S. Paulo, Alisson disse que ainda não se vê como melhor goleiro brasileiro da história.

"Não chego aos pés do currículo do Dida", disse.

Segundo o goleiro, os jogadores dos Reds 'não foram surpreendidos' pelo time brasileiro. Mas, ele admitiu que seus companheiros ficaram 'admirados' com várias das qualidades do Rubro-Negro.

"Foi muito positiva (a repercussão do Flamengo na Europa). Não digo (que fomos) surpreendidos, mas os meus companheiros ficaram admirados com a qualidade dos jogadores, a organização", afirmou.

"O Mundial não é tão valorizado na Europa. Nós valorizamos porque estávamos lá, ainda mais eu e o Firmino por sermos brasileiros. Eu estava muito feliz. E realmente jogaram de igual para igual com o Liverpool -completou."

Para o goleiro, as pessoas 'não respeitaram suficiente' os Reds nas análises feitas tanto antes quanto depois do jogo.

Alisson garantiu que o Liverpool não ficou 'nem perto' de ter contra o Flamengo 'uma atuação nível Premier League'.

"As pessoas no Brasil ficaram muito empolgadas, a imprensa falava que o Flamengo tinha chance de vencer. Realmente, futebol é jogado, e o Flamengo tem uma equipe capacitada para isso, só que eu senti um desconhecimento de quem comentava sobre a nossa equipe. Não questiono a qualidade do Flamengo, mas vejo que as pessoas não nos respeitaram o suficiente", ressaltou.

"Nós não chegamos nem perto de ter uma atuação do nível que temos na Premier League, tanto em intensidade quanto em nível técnico. É muito difícil sair do Inglês e replicar o padrão em dois jogos fora da sua rotina", completou.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários