Jorge Jesus - Alexandre Vidal / Flamengo
Jorge JesusAlexandre Vidal / Flamengo
Por O Dia
Brasília, Mané Garrincha - O Flamengo começou 2020 do jeito que encerrou 2019: conquistando títulos. Neste domingo, a equipe de Jorge Jesus bateu o Athletico Paranaense por 3 a 0 e levou a taça da Supercopa do Brasil. Na entrevista coletiva após o jogo, o treinador português voltou a comentar a frase que cravou contra o Fluminense, sobre o 'outro patamar', e aproveitou também para projetar a partida de Recopa Sul-Americana, contra o Del Valle, na próxima quarta-feira.

"Foram 30 minutos espetaculares contra um adversário muito bem montado. Ofensivamente o Athletico tem um sistema posicional que, se entenderes bem, não é difícil de parar. Nossos primeiros 30 minutos foram muito fortes. Agora temos três dias para a Recopa e vamos tentar recuperar a equipe num ambiente que não conheço bem, que é a altitude. Mas o Flamengo não ganha só por ter um time de qualidade, e sim por ter toda uma estrutura e uma Nação atrás", disse Jesus, que emendou:

"Os objetivos do Flamengo são diferentes. Mas não deixa de ser uma equipe igual a todas as outras do Brasil. Nós respeitamos muito. Estamos no mesmo nível que eles, mas felizmente, nos objetivos, estamos em outro patamar. Este clube obriga a quem trabalha nele a pensar alto, mas também quero dizer à Nação que vocês têm que ter orgulho da equipe que têm, por tudo o que tem feito no último ano. Ainda temos muito para caminhar e conquistar", complementou o técnico.