Faustão - Faustão/Divulgação Globoplay
FaustãoFaustão/Divulgação Globoplay
Por O Dia
Rio - O direito de resposta do Flamengo mostrado pelo "Domingão do Faustão", no último domingo, não foi exibido na íntegra. De acordo com o colunista Maurício Stycer, a emissora retirou da nota a parte em que o clube lhe fazia críticas e associava a fala de Faustão sobre o incêndio no Ninho do Urubu a falta de acordo entre as partes pelos direitos de transmissão do Carioca de 2020.
"Todos estes pontos (criticados por Faustão) poderiam ser facilmente levantados pela equipe de produção da Rede Globo de Televisão antes das acusações. Como isto não foi feito, infelizmente nos leva a crer que tamanha agressividade tem como pano de fundo interesses comerciais não atendidos e que se sobrepõem ao trabalho de informar corretamente aos telespectadores. Isto, ao nosso ver, constitui abuso de direito e tentativa de indução negativa da opinião pública, algo inadmissível do ponto de vista moral e ético", dizia a íntegra da nota.
Publicidade
No programa do último dia 9, Faustão criticou a postura da diretoria rubro-negra em relação às famílias das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu.
"O problema não é dinheiro, até porque dinheiro algum vai trazer as vidas de volta. O problema é principalmente caráter, ter a sensibilidade, um tanto de humanismo. Como é que esses dirigentes conseguem chegar em casa e olhar os filhos e olhar os netos, sem nenhum respeito a quem perdeu as crianças? É revoltante em todos os aspectos", disse Faustão.