Jorge Jesus - Alexandre Vidal / Flamengo
Jorge JesusAlexandre Vidal / Flamengo
Por O Dia
Rio - Se Jorge Jesus já contava com um elenco recheado de grandes nomes em 2019, o técnico português agora tem ainda mais reforços para 2020. No entanto, o comandante não usou todas as novas armas no último domingo, quando conquistou a Supercopa do Brasil diante do Athletico Paranaense. Na coletiva após o título, o treinador comentou a não utilização das novas contratações.

"Não é fácil entrar neste time. Não só pela qualidade, mas estes jogadores que jogam têm oito meses comigo. Trabalhamos não só a técnica, mas componentes táticos e movimentações, que são importantes. Essa equipe têm muito tempo e joga já quase de olhos fechados. Estes novos ainda não sabem a movimentação da equipe. De pouco a pouco vamos introduzindo. Alguns jogadores que chegaram vão ter que esperar mais tempo. Mas o crescimento e a aprendizagem devem estar mais próximos para que possam jogar", comentou Jesus.

Durante a partida, o único reforço que entrou em campo no decorrer do jogo foi Michael, já no segundo tempo. Gustavo Henrique começou como titular. Nos últimos 45 minutos, a torcida pediu, diversas vezes, as entradas de Pedro e Pedro Rocha, mas Jorge Jesus optou pelas entradas de Diego Ribas e Renê. Thiago Maia, outro nome que chegou neste início de ano, também tem sido pouco aproveitado.