Procuradoria do STJD analisará comemoração de Gabigol e poderá denunciar atacante do Flamengo por usar 'plaquinha'

Árbitro da partida, Wilson Pereira Sampaio relatou na súmula que o camisa 9 rubro-negro, após marcar o gol, "se direcionou próximo a arquibancada onde se encontrava a torcida, pegando um cartaz que estava nas mãos de um torcedor e levantando o mesmo com os seguintes dizeres: 'hoje tem gol do Gabigol'"

Por Venê Casagrande

Gabigol comemorando seu gol na final da Supercopa do Brasil com a plaquinha 'Hoje tem gol de Gabigol'
Gabigol comemorando seu gol na final da Supercopa do Brasil com a plaquinha 'Hoje tem gol de Gabigol' -
O atacante Gabigol, do Flamengo, pode ter problemas por conta da comemoração do seu gol na final da Supercopa do Brasil, no último domingo, diante do Athletico-PR. Depois de botar a bola na rede, aos 29 minutos do primeiro tempo, o camisa 9 se aproximou da arquibancada e pegou um cartaz com os dizeres 'hoje tem gol de Gabigol'. A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai analisar o lance para decidir se haverá denúncia ao jogador ou não.
Wilson Pereira Sampaio, árbitro na final da Supercopa, relatou na súmula a ação de Gabigol após fazer o gol, o que pode complicar a vida do camisa 9 do Flamengo.
"Informo que, aos 29 minutos do 1° tempo, após a marcação de um gol em favor da sua equipe, o atleta n°09, sr. Gabriel Barbosa almeida se direcionou próximo a arquibancada onde se encontrava a torcida do CR Flamengo, pegando um cartaz que estava nas mãos de um torcedor e levantando o mesmo com os seguintes dizeres: 'hoje tem gol do Gabigol'".
A reportagem procurou a assessoria do STJD, que confirmou que a súmula foi enviada, e a Procuradoria irá analisar o lance para poder bater o martelo se Gabigol será ou não denunciado por conta da comemoração com a "plaquinha".
Caso seja denunciado, será a segunda vez que Gabigol será julgado por comemorar com a 'plaquinha'. Em 2019, ele foi a juízo, mas foi absolvido. Porém, desde então, o camisa 9 do Flamengo evitava festejar seus gols usando cartazes dos torcedores. Na ocasião, ele postou em suas redes sociais brincando com o fato.
"Saudades, plaquinha", escreveu Gabigol.
Possível problema para o Flamengo:
Wilton Pereira Sampaio também relatou na súmula um atraso do Flamengo para voltar para o segundo tempo. Segundo o árbitro, a equipe de Jorge Jesus demorou dois minutos para retornar ao campo após o intervalo.
"Informo que houve atraso de 01 minuto no reinício do jogo (segundo tempo) devido a entrada tardia em 02 minutos da equipe CR Flamengo e posicionamento da mesma no campo de jogo. Informo ainda que o 4° árbitro tomou todas as providências para que não houvesse o atraso", relatou Wilton Pereira.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários