Bruno Henrique, do Flamengo, é parado em Lei Seca e polícia investiga se CNH apresentada é falsa

Documento não constava no sistema de informática do Detran do Rio

Por O Dia

Bruno Henrique, do Flamengo
Bruno Henrique, do Flamengo -
Rio - O atacante Bruno Henrique, do Flamengo, se envolveu em uma polêmica na madrugada deste sábado. Segundo o "Globo Esporte", o jogador foi parado em uma blitz da Lei Seca na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, e apresentou uma habilitação de São Paulo que não constava no sistema do Detran. Uma perícia investigará se o documento é falso ou se houve um erro no sistema. 
De acordo com informações da 16ª DP (Barra da Tijuca), caso seja comprovado que o documento é falso, o atacante do Flamengo poderá ser indiciado. A lei prevê pena de até seis anos de reclusão para uso de documento falso.
Segundo a publicação, Bruno Henrique se recusou a realizar o teste do bafômetro e foi multado. Ele só deixou o local após a chegada de um outro condutor para o veículo.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários