Flamengo negocia com a Fiorentina novo prazo de pagamento pelo empréstimo do atacante Pedro

Com a queda de receita por causa da paralisação do futebol brasileiro, a diretoria rubro-negra tem adotado essa postura para mudar o cronograma de quitação de vencimentos previstos para 2020

Por Venê Casagrande

Pedro
Pedro -
Rio - Por conta da paralisação do futebol brasileiro e, consequentemente, a queda de receita, o Flamengo adotou a postura de renegociar novos prazos de pagamentos previstos para 2020 envolvendo jogadores que chegaram ao clube neste ano. Foi assim com o Náutico e Athletico-PR, por Thiago Fernandes e Léo Pereira, respectivamente. Com a Fiorentina, pelo empréstimo do atacante Pedro, não está sendo diferente.

Nos últimos dias, os agentes de Pedro, a pedido da diretoria do Flamengo, iniciaram as conversas com os italianos para tentar conseguir estabelecer um novo cronograma de pagamento da quantia que ainda resta. O valor total da contratação do atacante por empréstimo do jogador até dezembro de 2020 foi de 2 milhões de euros, pela cotação da época. Segundo balanço divulgado pelo clube, em março deste ano, o Rubro-Negro já quitou R$ 3,7 milhões, sendo R$ 3,1 milhões da Fiorentina, R$ 225 mil da Agência 90 Minutos e R$ 364 mil para a Football Capitall, empresas que intermediaram a negociação junto com a PGB Sports. 

A ideia do Flamengo é passar o compromisso do pagamento para 2021, como conseguiu fazer com o Náutico e com o Athletico-PR, que aceitaram fazer acordos e parcelaram os valores a serem quitados. Essa postura, inclusive, foi estabelecida com os agentes que têm comissões a receber do Rubro-Negro. Porém, nesses casos, foram mais fáceis de se conversar, e nenhum representante, até o momento, negou o pedido do clube.

Pedro chegou ao Flamengo no início da temporada após uma negociação difícil entre Flamengo e Fiorentina. O atacante entrou em campo nove vezes, marcou três gols e deu duas assistências, sendo considerado um reserva de "luxo" do técnico Jorge Jesus.

Comentários