Incêndio no Ninho: Flamengo encaminha acordo com família de Bernardo Pisetta

O departamento jurídico do clube e o advogado que representa os parentes do ex-goleiro, Thiago Divanenko, estão perto de assinar o trato

Por Venê Casagrande

Bernardo Pisetta
Bernardo Pisetta -
Rio - O departamento jurídico do Flamengo está perto de fechar mais um acordo com uma das famílias dos meninos vítimas no incêndio no Ninho do Urubu, em fevereiro de 2019. Trata-se dos parentes de Bernardo Pisetta. Segundo apurou a reportagem, os entes do ex-goleiro aceitaram os valores oferecidos pelo Rubro-Negro e irão assinar o trato nos próximos dias.
Como tem acontecido nas negociações, os valores envolvidos e as indenizações que serão pagas não foram reveladas para evitar a exposição dos familiares. A reportagem entrou em contato com o advogado Thiago Divanenko, que representa os parentes de Bernardo Pisetta. Thiago confirmou a informação e disse que agora precisa entender como será feita a assinatura, já que a pandemia do novo coronavírus tem afetado os voos ao Rio de Janeiro.
"Estamos bem próximos, de fato. Agora resta mais uma questão burocrática e a assinatura, que teremos que ver como será feita, já que a questão da pandemia tem atrapalhado os voos com destino ao Rio de Janeiro. Mas já há um entendimento, e o acordo está perto."
O Flamengo, como de praxe, não comenta negociação envolvendo familiares das vítimas. A reportagem entrou em contato com Darlei Pisetta, pai de Bernardo, mas ele pediu para não falar a respeito do assunto.
Com isso, o Rubro-Negro já chegou a um acordo com quatro famílias e meia (já que o pai de Rykelmo aceitou e ainda falta a sua mãe) das dez famílias dos mortos no incêndio do Ninho.

Galeria de Fotos

Darlei Pisetta (de verde) em foto com a família, que chora o adeus de Bernardo (E) Arquivo Pessoal
Bernardo Pisetta Divulgação

Comentários