Rodrigo Caio - Divulgação
Rodrigo CaioDivulgação
Por O Dia
Publicado 03/11/2020 09:57 | Atualizado 03/11/2020 22:20
Rio - Presente nas últimas duas convocações de Tite para a seleção brasileira, o zagueiro Rodrigo Caio foi cortado por conta da lesão na panturrilha. O jogador tem contusão de grau 2 no local e precisará de no mínimo 15 dias da tratamento. Éder Militão, do Real Madrid, está com covid-19 e também foi desconvocado. Para a lugar da dupla foram convocados, Felipe, do Atlético de Madrid, e Diego Carlos, do Benfica.
Publicidade

Além do problema para Tite, Rodrigo Caio é dor de cabeça para Domènec Torrent, que perde seu principal defensor. Nos últimos jogos, o sistema defensivo do Rubro-Negro não tem se acertado e levou muitos gols. Contra o São Paulo, Gustavo Henrique fez partida ruim, cometendo pênalti e dando até assistência ao adversário para gol. Quando joga, Léo Pereira também não justifica a contratação e é criticado pela torcida.

Rodrigo Caio não entra em campo pelo Flamengo desde o dia 22 de setembro, na partida contra o Barcelona de Guayaquil. Após retornar dos últimos jogos com a Seleção, Rodrigo Caio apresentou edema ósseo, mas já tratou e recuperou a lesão do local. Contudo, uma contusão na panturilha foi constatada e o zagueiro precisará de no mínimo duas semanas de tratamento. O atleta já iniciou tratamento no departamento médico do clube.