Pausa para a Copa? Não para o Fluminense

Clube age nos bastidores para acertar logo com Nem e Cícero

Por pedro.logato

Rio - A pausa no Campeonato Brasileiro não vai diminuir o ritmo de trabalho nas Laranjeiras. A negociação com Wellington Nem é prioridade e a diretoria aguarda até sexta-feira uma posição do Shakhtar Donetsk para intensificar a negociação com o atacante. A ideia é repatriá-lo por empréstimo e valorizá-lo. Em dez meses na Ucrânia, Nem jogou 90 minutos, mas divididos em cinco partidas. Com a reaproximação da Unimed, que entrou na jogada, a investida é encarada com otimismo nos bastidores do clube.

Cícero está cada vez mais perto do FluDivulgação

O caso de Cícero parece mais simples, mas o departamento de futebol tricolor tem pressa para sacramentar a negociação, pois a intenção é apresentá-lo e promover sua estreia no amistoso contra a Itália, domingo, às 17h30, em Volta Redonda.

Entre Fluminense e Santos está tudo acertado. O clube paulista receberá cerca de R$ 2 milhões. Entretanto, o apoiador ainda discute o valor do salário do contrato que deverá ter três anos de duração. No Santos, ele pedia R$ 500 mil para renovar.

O Fluminense só retoma as atividades para enfrentar a Itália apenas amanhã. Mas a equipe sub-23, com o reforço do goleiro Kléver, do lateral-esquerdo Ronan, dos apoiadores Higor e Gustavo Scarpa e dos atacantes Biro Biro e Michael treinou sob o comando do auxiliar técnico Marcão visando outro amistoso, este contra o Verona. A partida contra o time italiano será disputada nesta terça, às 20h, em Sobral, no Ceará.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia