Mais Lidas

Sornoza pede 'inteligência' ao Fluminense na altitude de Potosí na Sul-Americana

Time carioca terá que lidar com os 4.067 metros de altitude,

Por ESTADÃO CONTEÚDO

O equatoriano Sornoza participa de treino: meia quer o time muito atento amanhã
O equatoriano Sornoza participa de treino: meia quer o time muito atento amanhã -

Rio - O Fluminense estreia na Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, quando visita o Nacional Potosí, na Bolívia. Além do adversário, o time carioca terá que lidar com os 4.067 metros de altitude, o que fez com que o meia equatoriano Sornoza pedisse 'inteligência' aos companheiros para a partida.

"Temos que ser inteligentes porque Sul-Americana é mata-mata e é muito complicado. Tem que ser muito inteligente na hora de tomar decisões, na hora de atacar, para não tomar um gol que pode te complicar na partida de volta. Espero que a gente consiga um resultado positivo dentro de casa para ir em vantagem para o jogo de volta", comentou.

Apesar de pouco conhecido no Brasil, o Nacional Potosí foi bastante elogiado por Sornoza, que projetou um confronto complicado em Potosí. O próprio equatoriano, no entanto, mostrou-se confiante em um bom resultado na Bolívia.

"Vai ser uma partida muito importante para nós. Eles têm jogadores bons, rápidos. Temos que entrar concentrados para conseguir um resultado positivo e voltar da Bolívia com a classificação. Já me acostumei com o clima daqui e jogar na altitude é bem complicado. Temos que entrar concentrados e conseguir um bom resultado", disse.

O meia também fez questão de ressaltar o foco tricolor nesta partida, deixando para depois a preocupação com o Corinthians, adversário na estreia do Campeonato Brasileiro, neste domingo, em São Paulo, e que conquistou no último final de semana o título do Campeonato Paulista.

"Primeiro estamos pensando na Sul-Americana, depois pensaremos no Corinthians. Sabemos que eles têm bons jogadores, mas nós também estamos fazendo um grande trabalho até o momento. Temos que seguir com essa mentalidade, seguindo as ideias do professor Abel (Braga) e conseguir bons resultados", apontou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia