Fluminense é derrotado pelo Atlético-MG por 5 a 2 no Independência

Tricolor joga mal e sofre derrota dura em Belo Horizonte

Por HUGO PERRUSO

Fluminese perde por 4 a 2 para o Atlético-MG, pela 11ª rodada do Brasileirão
Fluminese perde por 4 a 2 para o Atlético-MG, pela 11ª rodada do Brasileirão -

Belo Horizonte - O Fluminense até teve boas notícias como o retorno de Pedro e Ayrton Lucas, que melhoraram consideravelmente o desempenho da equipe em seus setores, mas o saldo do jogo foi muito negativo. A começar pela goleada sofrida para o Atlético-MG por 5 a 2, com dois gols do artilheiro Roger Guedes. Com o resultado, o Tricolor chegou à terceira derrota seguida e alcançou quatro rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro, estacionando nos 14 pontos e descendo na tabela.

Confira a tabela do Brasileirão

Apesar do resultado elástico e de ter sofrido muito na defesa (ainda levou três bolas na trave), o Fluminense não jogou mal. Conseguiu manter o duelo equilibrado até o terceiro gol, quando se perdeu completamente em campo — com a colaboração de Abel Braga, que mexeu mal.

O Fluminense entrou em campo bastante modificado. Além do retorno de Pedro e Ayrton Lucas, Matheus Alessandro foi titular, a zaga não teve Renato Chaves e Gum, poupados com desgaste muscular, e o meio de campo foi formado por três volantes, já que Sornoza ficou no banco.

Mesmo sem criatividade, o Tricolor abriu o placar em escanteio que Gilberto desviou de ombro, aos 28. Mas o lateral deu condição para Leonardo Silva receber sozinho na área e empatar, aos 34, e ainda permitiu Roger Guedes chutar com espaço para fazer belo gol, aos 45. O atacante havia tentado a mesma jogada outras duas vezes. Sorte que o Fluminense tinha Pedro, que aproveitou erro de Patric para empatar aos 47.

Na segunda etapa, com Pablo Dyego no lugar de Matheus Alessandro, o Fluminense foi até melhor, só que não aproveitou as chances e levou o terceiro gol aos 18, em bom chute de Tomás Andrade da entrada da área após rebote. O Fluminense ainda teve outra boa chance em cabeçada de Pedro, para fora, mas quando Abel tirou os dois laterais, improvisando Jadson na direita e Luan Peres na esquerda, o time se desorganizou.

Ricardo Oliveira marcou de falta, aos 41, e, em contra-ataque, Roger Guedes deu drible desconcertante em Nathan antes de fechar a goleada, no último lance do jogo.