Após reunião com a diretoria, Abel Braga deixa o comando do Fluminense

Treinador encerrou a sua terceira passagem pelo clube carioca

Por O Dia

Abel Braga deixou o comando do Fluminense
Abel Braga deixou o comando do Fluminense -

Rio - Uma notícia inesperada para a torcida do Fluminense. Abel Braga não é mais o técnico da equipe carioca. O treinador se reuniu com a diretoria e entregou o cargo. O comandante é o segundo que mais esteve à frente do Tricolor na história do clube das Laranjeiras com 329 partidas.

“Acho que chegou a hora de descansar, de dar um tempo. Durante toda essa minha passagem como treinador do Fluminense, clube que todos sabem que tenho um carinho e uma identificação enormes, pensei no presidente, nos jogadores, na minha comissão técnica, na torcida, mas pouco pensei em mim e na minha família. Não me arrependo de nada, porque sempre fiz tudo com o coração e com o maior profissionalismo possível, mas o desgaste do dia a dia tem sido muito grande. Só tenho a agradecer a todo mundo. Primeiramente, ao Abad, um cara sensacional e correto, que busca fazer o melhor, e a toda diretoria. Aos jogadores, o meu muito obrigado pela parceria e dedicação. Realmente, temos uma equipe com alma. O meu agradecimento se estende a todos os funcionários, verdadeiros guerreiros. E um à parte especial aos torcedores, a quem sempre fui e serei eternamente grato.”, disse a nota de Abel enviada pela sua assessoria de imprensa.

Essa foi a terceira passagem de Abel pelo Fluminense. Ele assumiu a equipe na temporada passada. Em 2018,  o treinador comandou a equipe em 34 jogos, com 14 vitórias, oito empates e 12 derrotas. Foi campeão da Taça Rio, mas não chegou à final do Carioca. 

Após um começo positivo no Brasileiro, o Fluminense vinha de uma sequência negativa. O Tricolor não vencia há cinco jogos, sendo quatro derrotas consecutivas.

Ao todo somando as três passagens, Abel Braga conquistou com principais títulos: dois Campeonatos Cariocas (2005 e 2012) e o Campeonato Brasileiro de 2012.