Fluminense faz as contas e traça uma arrancada no Brasileiro

Meta é somar quatro pontos em dois jogos fora de casa para tentar alcançar o G-6

Por

Técnico do Fluminense,  Marcelo Oliveira, no clássico contra o Botafogo
Técnico do Fluminense, Marcelo Oliveira, no clássico contra o Botafogo -

Rio - Após o triunfo no clássico com o Botafogo, Marcelo Oliveira mostra otimismo para buscar uma arrancada no Campeonato Brasileiro. Depois de ficar três rodadas sem vencer, o treinador espera conquistar uma boa sequência, mesmo jogando fora de casa duas vezes. Nas contas tricolores, conseguir pelo menos quatro pontos contra Atlético-PR e Chapecoense é possível e será essencial para o Fluminense almejar algo mais do que fugir do rebaixamento.

No primeiro turno, foi justamente nessa sequência de adversários que o Tricolor viveu seu melhor momento na competição. Depois de somar sete pontos em cinco rodadas, o time chegou até a assumir a liderança provisória com as duas vitórias seguidas jogando no Maracanã contra Atlético-PR e Chapecoense (somente em outro conseguiu seis pontos, contra Sport e Palmeiras). Agora no meio da tabela, o Fluminense de Marcelo Oliveira, mesmo com tropeços, somou um ponto a mais nos cinco jogos do returno e tenta se aproximar do G-6.

"A gente estava empacado ali, pontuando pouco. Em clássico, deve ser mais comemorada ainda. Temos a possibilidade de arrancada. Isso gera confiança. Criamos objetivos e estamos perseguindo", afirmou Marcelo Oliveira.

ACORDO POR MARQUINHO

Além de pagar salários atrasados, que hoje chegaram a dois meses, o Fluminense ainda conta com parte do dinheiro da venda de Richarlison (cerca de R$ 17 milhões) para quitar dívida com a Udinese pela compra de Marquinho, em 2016. Segundo o Globoesporte.com, o Tricolor encaminhou um acordo com o clube italiano, que chegou a entrar na Fifa cobrando a dívida, de cerca de R$ 6 milhões. A diretoria ainda tenta antecipar o valor que tem direito.

 

Comentários