Mais Lidas

Jogo para o Fluminense escrever nova história

Fluzão recebe hoje o Nacional do Uruguai pela Sul-Americana em busca de vaga entre os quatro melhores da competição

Por HUGO PERRUSO

Técnico Marcelo Oliveira conversa com o elenco do Fluminense
Técnico Marcelo Oliveira conversa com o elenco do Fluminense -

Rio - Criticado desde o início da temporada pela fragilidade, o elenco tricolor pode alcançar um feito que outras grandes equipes recentes do Fluminense não conseguiram: chegar a uma semifinal internacional. Para isso, o Tricolor conta com um bom resultado em casa no primeiro jogo do duelo com o Nacional do Uruguai, nesta quarta-feira, às 19h30, no Engenhão.

Depois que foi vice-campeão da Copa Sul-Americana em 2009, o Fluminense não conseguiu mais estar entre os quatro melhores de uma competição internacional. Bateu na trave três vezes. Em 2012 e 2013, chegou às quartas de final da Libertadores, sendo eliminado por Boca Juniors e Olimpia, respectivamente. A última vez foi em 2017, quando caiu na Sul-Americana para o Flamengo e não alcançou a semifinal por causa de um gol no fim.

Um ano depois, o Fluminense terá nova chance de sonhar com o título internacional. E justamente com o elenco mais criticado pela torcida nos último anos. Pode ser a redenção de um grupo que, desde janeiro, vem sofrendo com inúmeros problemas e com atrasos salariais.

Mas, para conseguir o tão sonhado título na temporada, o Fluminense sabe que um bom resultado em casa é essencial. Aconteceu assim contra o Nacional Potosí-BOL (3 a 0 na primeira fase) e Defensor-URU (2 a 0 na segunda fase) nesta edição. O que significa encarar mais um adversário fechado, que tentará ao máximo evitar que a bola role.

"Esperamos um jogo difícil contra o Nacional. A gente conversa internamente e pensa que eles virão fechados, jogando por uma bola. Temos que ter a ciência de que serão duas partidas. O que o Marcelo (Oliveira) sempre pede é atenção na jogada de bola parada, defensivamente e ofensivamente. Temos que estar ligados os noventa minutos para podermos ficar mais tranquilos na volta. Estamos preparados para fazer um grande jogo", afirmou Luciano.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários