Diretor do Grêmio vê 'situação nojenta' e decreta: 'Vamos tirar os racistas dos estádios'

Yony González foi chamado de 'macaco' pela torcida do Tricolor Gaúcho

Por O Dia

O colombiano Yony González, com dois gols, foi o grande nome do Fluminense na virada épica
O colombiano Yony González, com dois gols, foi o grande nome do Fluminense na virada épica -
Porto Alegre - Nem tudo foi alegria no jogão entre Fluminense e Grêmio no último fim de semana. Enquanto comemorava um dos gols do Tricolor, o atacante Yony González foi chamado de 'macaco' pela torcida do Tricolor Gaúcho. A respeito do caso de racismo, Nestor Hein, Diretor Jurídico do Grêmio, falou sobre o ocorrido e se irritou com o novo episódio.
"É do nosso interesse tirar os racistas do contexto dos estádios, já falamos isso. Não quero me eximir da responsabilidade. Para nós, é uma situação anômala e nojenta. Não me preocupa a punição, o prejuízo já é irreparável. Se algum torcedor gremista ouviu, entre em contato conosco”, disse o dirigente em entrevista à Rádio Grenal.
 
 
 

Comentários