Fluminense perde para o Bahia em jogo de arbitragem confusa

Tricolor carioca luta muito, mas vê Agenor falhar em um dos gols e juiz mandar repetir cobrança de pênalti a favor dos donos da casa

Por O Dia

Bem marcado, Pedro não consegue a cabeçada: o atacante fez o primeiro gol do Flu, em cobrança de pênalti
Bem marcado, Pedro não consegue a cabeçada: o atacante fez o primeiro gol do Flu, em cobrança de pênalti -

Salvador - Os ares da Boa Terra não fizeram bem ao Fluminense. No primeiro passo de uma maratona de dez dias sem jogar no Rio de Janeiro, o time perdeu por 3 a 2 para o Bahia, ontem, na Fonte Nova, e caiu para o 14º lugar no Campeonato Brasileiro. O duelo foi marcado por atuação confusa da arbitragem e do VAR na marcação de um pênalti para os donos da casa.

Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Sem Allan e Luciano, suspensos, o Fluminense foi a campo com uma formação bem mexida. Mas com Pedro e o garoto João Pedro, finalmente, começando uma partida como titulares. O que não impediu o Bahia de abrir o placar logo aos 15 minutos, em finalização de Artur no canto esquerdo de Agenor após um contra-ataque de almanaque armado pelos donos da casa.

A vantagem do Bahia, porém, caiu por terra um minuto depois. Yony Gonzáles invadiu a área e foi derrubado por Nino Paraíba: pênalti que Pedro cobrou, aos 18, para empatar. O Fluminense se recompôs para buscar a virada, mas foi impedido pelo erro grosseiro de Agenor. Apos recuo de bola, o goleiro falhou ao tentar driblar Gilberto na área, foi desarmado e viu o atacante fazer 2 a 1 para o Bahia. O gol abalou o Fluminense.

Nem as entradas de Ganso e Marcos Paulo, em substituição aos inoperantes Léo Artur e Yuri, não mudaram o panorama no segundo tempo. Quem voltou a balançar a rede foi o Bahia, após confusão da arbitragem.
Aos 18 minutos, a bola bateu o braço de Gilberto e Igor Benevenuto deu pênalti. Gilberto, do Bahia, bateu e Agenor defendeu, mas o VAR indicou que o goleiro se mexera antes da cobrança. Resultado: expulsão do camisa 25 e remarcação da penalidade. Com Rodolfo na meta, Gilberto converteu a cobrança. Mesmo com um jogador a menos, o Fluminense se lançou ao ataque e João Pedro, aos 35, diminuiu, após falta batida por Ganso, mas o Bahia soube segurar o resultado.

Galeria de Fotos

Bem marcado, Pedro não consegue a cabeçada: o atacante fez o primeiro gol do Flu, em cobrança de pênalti Lucas Mercon
Pedro, em cobrança de pênalti, fez o primeiro gol do Fluminense em Salvador LUCAS MERÇON / FLUMINENSE

Comentários