Problemas em semana fundamental

Além da eleição no sábado, Tricolor fará dois jogos de suma importância

Por O Dia

Ganso no treino do Fluminense
Ganso no treino do Fluminense -

O Fluminense inicia uma semana decisiva cheio de problemas para resolver. Desgastado com a sequência de nove jogos em apenas um mês, o Tricolor tem na classificação na Copa Continental do Brasil, contra o Cruzeiro, a grande ajuda para as finanças e logo depois enfrentará o Flamengo pelo Brasileiro precisando vencer para não ficar na zona de rebaixamento durante a Copa América. Tudo com a possibilidade de desfalques importantes.

Pressionado por três derrotas seguidas, o time de Fernando Diniz tem pouco tempo para se recuperar fisicamente e ainda viu Yony González e Matheus Ferraz se lesionarem contra o Athletico-PR. Eles fizeram exames ontem, e hoje saberão se poderão jogar. O atacante, com dores na coxa esquerda, é quem mais preocupa. O zagueiro, que sentiu o joelho esquerdo, tem mais chances. Os dois são peças importantes no esquema tricolor para buscar a classificação no Mineirão, o que renderia mais de R$ 3 milhões aos cofres.

Para piorar, o Fluminense não pode deixar de lado o Brasileiro, já que está em 16º lugar. Além da possibilidade de perder Yony e Matheus, terá dois desfalques certos contra o Flamengo: Airton e Nino, suspensos. Em caso de nova derrota, o Tricolor pode entrar na zona de rebaixamento e seria obrigado a vencer a Chapecoense fora de casa para não ficar na degola durante a Copa América.

Para completar a semana, no sábado acontecerá a eleição para presidente. A disputa está entre Mário Bittencourt e Ricardo Tenório. Por determinação do presidente do Conselho Deliberativo do Fluminense, Fernando Leite, a imprensa está proibida de fazer boca de urna, algo comum em pleitos anteriores nas Laranjeiras e em outros clubes.

Comentários