Mal no Brasileiro, times buscam vaga na Copa do Brasil

Vindo de três derrotas, Tricolor tenta a classificação diante de um rival em crise

Por O Dia

Gilberto no treino do Fluminense
Gilberto no treino do Fluminense -

A fase não é boa, mas pelo menos o adversário não está em situação melhor. Com três derrotas seguidas — e jogando mal —, o Fluminense tenta a recuperação no Mineirão contra o Cruzeiro, que não vence há seis partidas. Em jogo hoje, às 19h15, uma vaga nas quartas de final da Copa Continental do Brasil, uma premiação de mais de R$ 3 milhões e a saída da crise. Quem vencer seguirá vivo, enquanto um empate levará aos pênaltis, já que no Rio foi 1 a 1.

Sem impor o seu futebol e com a defesa mostrando enorme deficiência nas três derrotas — sete gols sofridos —, o Fluminense pelo menos vai encarar um adversário contra o qual seu estilo encaixou. Em dois jogos seguidos contra o Cruzeiro no Maracanã, o time dominou, teve mais de 20 finalizações, mais de 60% de posse de bola e fez cinco gols.

Só que quatro deles foram pelo Brasileiro e apenas um pela Copa Continental do Brasil. Com isso, o Fluminense entra em campo hoje precisando vencer para garantir a vaga nas quartas de final. A missão poderia ter sido mais fácil se o time tivesse transformado em gols as chances que criou, ou poderia até ter sido pior, já que só conseguiu empatar nos acréscimos, com João Pedro.

O Tricolor terá desfalques importantes. Sem Matheus Ferraz, com torção no joelho esquerdo, Fernando Diniz teria apenas dois zagueiros (Nino e Frazan) e por isso precisou chamar o jovem Luan, de 18 anos, da base. Entretanto, é possível que o treinador improvise o volante Caio na zaga. Yuri, que jogou assim contra o Athletico-PR, não está inscrito na competição, assim como Guilherme.

Outro desfalque será Yony González. Com estiramento na coxa direita, o atacante só deve voltar após a Copa América. Já Airton, expulso no Brasileiro, não foi relacionado para o jogo em Belo Horizonte.

Comentários