Pedro celebra gol na volta do Brasileiro e se isola como artilheiro do Fluminense no campeonato

Camisa 9 considera que partida contra o Ceará foi o seu melhor jogo depois do retorno da lesão no joelho direito

Por O Dia

Pedro foi negociado com a Fiorentina por cerca de R$ 50 milhões
Pedro foi negociado com a Fiorentina por cerca de R$ 50 milhões -

Rio - Depois de toda a polêmica que a proposta do Flamengo gerou no Fluminense, Pedro voltou a jogar na segunda-feira à noite, no Maracanã, no empate do Tricolor em 1 a 1 com o Ceará, na partida que ele considera a melhor desde que retornou aos campos após lesão no joelho direito. Ele chegou a quatro gols no Brasileiro, sendo o artilheiro isolado da equipe carioca no campeonato.

"Achei que foi meu melhor jogo depois do retorno da lesão. Agora é trabalhar mais nos treinamentos e crescer ainda mais no Fluminense. Sempre vou procurar dar o meu melhor, não importa qual jogo seja", afirmou Pedro.

Apesar de ter sido a primeira vez que ele atuou durante 90 minutos após voltar da lesão, em abril, Pedro lamentou o empate: "Fico feliz com o gol, mas infelizmente o resultado não veio. É a primeira vez que jogo os 90 minutos (desde retorno de lesão), importantíssimo para eu voltar a minha melhor forma. Fico feliz com o gol, mas infelizmente o resultado não veio. Agora é levantar a cabeça e pensar no Vasco".

No seu primeiro jogo após receber a proposta do Flamengo, Pedro recebeu apoio e vaias antes de a bola rolar no Maracanã. "Eu me preparei para isso, para lidar com a pressão. A torcida é soberana. Entendo o lado dela. Fico pelos gritos de “O Pedro vai te pegar” e fico feliz pelo gol. Quero agradecer a torcida pelo apoio", afirmou.

Se jogar contra o Vasco, no sábado, Pedro completará sete jogos pelo Fluminense e não poderá mais atuar por outra equipe da Série A do Brasileirão.

As especulações de uma possível proposta do CSKA da Rússia também foram comentadas pelo atacante na saída do Maracanã: "Não estou sabendo dessa proposta do CSKA. Meu foco está aqui no Fluminense". E completou: "Sempre foi (foco no Fluminense). Sempre trabalhei, sempre dei meu máximo aqui dentro. E não vai ser diferente. Minha gratidão por esse clube é eterna".

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários