Wellington Nem chega para acertar com o Fluminense

Emprestado pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, meia desembarca hoje no Rio para assinar contrato até 31 de dezembro

Por O Dia

A CBF emitiu ontem o registro de Nenê no BID e o meia já tem condições de jogo pelo Fluminense
A CBF emitiu ontem o registro de Nenê no BID e o meia já tem condições de jogo pelo Fluminense -
Campeão brasileiro pelo Fluminense em 2012, Wellington Nem está a caminho das Laranjeiras. Apalavrado com a diretoria tricolor, o atacante chega ao Rio hoje de manhã, após conseguir sua liberação do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, para assinar contrato de empréstimo, inicialmente, até 31 de dezembro.
Após desembarcar, Wellington Nem passará por alguns exames médicos (outros foram adiantados na Ucrânia) antes de decretar sua volta ao Fluminense. Isso só será possível porque o jogador ampliou o período de seu vínculo com o time ucraniano até 30 de junho de 2021.
Cria das divisões de base de Xerém, Wellington Nem fez parte da talentosa safra 1992, mas demorou a se firmar no tricolor. Emprestado ao Figueirense, foi eleito a revelação do Brasileiro de 2009, com nove gols, voltando às Laranjeiras em 2012, quando caiu nas graças da torcida. Brilhou na Libertadores e fez parte do time campeão nacional, sendo contratado pelo Shakhtar Donetsk, em junho de 2013, por R$ 25 milhões.

Três anos depois, porém, voltou ao Brasil, emprestado ao São Paulo. Mas sua passagem pelo Morumbi, marcada por muitas lesões, foi apagada — em 25 jogos, fez apenas um gol. Em julho de 2017, rompeu os ligamentos do joelho direito e perdeu o restante da temporada. Voltou ao Shakhtar Donetsk após o final do empréstimo, onde ficou até definir seu retorno, hoje, ao Tricolor.
Allan fora do clássico
O meia Allan não vai enfrentar o Vasco, em São Januário. Após consultar a CBF, a diretoria tricolor decidiu não relacioná-lo para o clássico disposta e evitar risco de punição, já que o novo contrato só foi registrado no BID na terça-feira. O clube entende que cumprimento de suspensão contra Ceará pode ser contestado e, por precaução, Allan vai desfalcar o Fluminense na Colina.

Regularizado, Nenê pode jogar

Sem Ganso, suspenso, são grandes as chances de o técnico Fernando Diniz promover a estreia do meia Nenê contra o Vasco, sábado, em São Januário, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apresentado oficialmente na segunda-feira, ele foi registrado ontem no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e já tem condições, legalmente, de ser escalado entre os titulares do Fluminense. A decisão está com o treinador tricolor.

Nenê fez o primeiro treino terça-feira e, apesar do pouco tempo para o clássico, garantiu estar em boas condições físicas para vestir a camisa 77 pela primeira vez. Diniz já sinalizou que pode contar com Nenê contra o Vasco. "Tem chance. É uma pena perder o Ganso, que está cada vez melhor. É móvel, tem qualidade e é decisivo. Nenê pode jogar em mais de uma posição. Vamos ver como ele chegou e em qual posição que pode atuar", disse Diniz.

Comentários