Fluminense vence o Peñarol e sai em vantagem na Sul-Americana

Tricolor bateu o time uruguaio por 2 a 1

Por O Dia

Yony González fez os dois gols da vitória do time tricolor: boa vantagem para a partida de volta
Yony González fez os dois gols da vitória do time tricolor: boa vantagem para a partida de volta -
Montevidéu - A péssima fase do Fluminense no Campeonato Brasileiro não atravessou a fronteira com o Uruguai e, na noite desta terça-feira, no Estádio Campeón del Siglo, o Time de Guerreiros venceu o Peñarol por 2 a 1 — gols de Yony González (duas vezes) e Gastón Rodríguez  —, pelo compromisso de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na próxima terça-feira, às 21h30, no Maracanã, a equipe pode até perder por 1 a 0 que avança às quartas de final.
O Fluzão deverá enfrentar o vencedor de Corinthians e Montevideo Wanderers, outra equipe uruguaia. Caso o Peñarol devolva o marcador, a decisão da vaga será nos pênaltis, uma vez que o gol fora de casa serve como critério de desempate.
Com seu toque de bola característico, o Tricolor das Laranjeiras teve amplo domínio territorial em boa parte da etapa inicial. Aos 16 minutos, após saída de bola errada do goleiro Dawson, Marcos Paulo teve calma e paciência para fazer linda enfiada para Yony González, que ganhou da zaga e bateu na saída do arqueiro uruguaio: 1 a 0.
Na base da correria e da força, o Peñarol tomou conta do jogo depois do golpe sofrido. A situação do Flu poderia ter ficado melhor se o árbitro, após consulta ao VAR, tivesse tido coragem para expulsar Gargano, que deu uma cotovelada em Daniel e levou apenas o amarelo. Pedro, de cabeça, ainda teve grande chance para ampliar, mas pulou todo atrapalhado. Nos minutos finais, o Peñarol fez uma blitz na defesa do Flu, que foi salvo pelo menos três vezes pelo estreante Muriel.
O segundo tempo continuou intenso. Com os donos da casa tentando de todas as maneiras o empate, o goleiro Muriel mais uma vez foi determinante aos 18, quando salvou uma chance à queima-roupa. Pouco tempo depois, aos 25, Yony foi lançado por Daniel e tocou com categoria por baixo de Dawson para ampliar.
Tranquilo e muito seguro em campo, o Fluminense dominava as ações e administrava o marcador. No entanto, aos 44 minutos, numa jogada pela direita da defesa tricolor, Gastón Rodríguez escorou cruzamento e diminuiu o placar. De qualquer forma, a vantagem do Tricolor é considerável para o jogo de volta.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia