Clima no Fluminense é pesado com Oswaldo e com torcida

Torcedores foram ao CT cobrar jogadores, que não estão satisfeitos com o novo treinador

Por O Dia

Oswaldo de Oliveira conversa com o elenco do Fluminense
Oswaldo de Oliveira conversa com o elenco do Fluminense -
A crise do Fluminense só piora após a derrota para o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro. Recém-chegado, Oswaldo de Oliveira já encontra insatisfação de parte do elenco. Os jogadores estão incomodados com a forma de trabalhar do novo treinador, assim como com as cobranças mais pesadas.
A informação foi divulgada inicialmente pelo blog 'Terno e Gravatinha' e confirmada pela reportagem. A situação não era boa antes mesmo da chegada de Oswaldo, já que a demissão de Fernando Diniz não agradou parte do elenco. A diretoria tricolor tem trabalhado para tentar contornar o problema, mas por enquanto sem sucesso. Ao ser substituído pelo segundo jogo seguido, Ganso acabou vaiado pela torcida e mostrou sua insatisfação com o treinador ao ir direto para o vestiário.
Além dos problemas internos, o Fluminense também sofre com a pressão da torcida. No treino desta segunda-feira, um grupo de 10 torcedores foi ao centro de treinamento tricolor e protestou na porta. Para evitar uma invasão,  o gerente de futebol, Paulo Angioni, e líderes do elenco conversaram com o grupo, segundo o "Globoesporte.com". Participaram da conversa, Digão, Nem e Nenê.
Após o jogo contra o Avaí, na noite de segunda-feira, um grupo de torcedores tentou invadir o estacionamento do Maracanã - onde saem os jogadores -  para protestar, mas foram impedidos por seguranças.

Comentários