Flu não aproveita má fase dos rivais

Tricolor, que ajudou CSA, Avaí e Goiás a se recuperarem no Brasileiro, pegará um Santos em queda

Por O Dia

Em situação complicada, elenco tricolor precisará mudar sina contra clubes em crise no Campeonato Brasileiro
Em situação complicada, elenco tricolor precisará mudar sina contra clubes em crise no Campeonato Brasileiro -

O Santos não vence há três rodadas no Campeonato Brasileiro e vive seu pior momento. Teoricamente era para ser o adversário ideal para o Fluminense enfrentar amanhã, no Maracanã, e buscar a vitória para sair da zona de rebaixamento, mas, na prática, pegar algum clube em crise tem se transformado em tormento.

Afinal, foi graças ao Tricolor que CSA, Avaí e Goiás 'ressuscitaram' na competição. Os alagoanos conseguiram fazer o primeiro gol como visitantes justamente na partida com o Fluminense, na 15ª rodada, e ainda venceram no Maracanã. Desde então, emendaram boa sequência e estão fora do Z-4.

Já os catarinenses eram lanternas isolados e só foram conquistar a primeira vitória na competição na 17ª rodada, justamente quando enfrentaram o Fluminense, também no Maracanã. E agora somam nove pontos nos últimos quatro jogos e buscam uma recuperação.

Os goianos foram os últimos beneficiados. Vinham de três derrotas seguidas e tinham a pior campanha pós-Copa América, com apenas uma vitória em 11 jogos. Recuperaram-se também contra o Tricolor das Laranjeiras e se distanciaram da zona de rebaixamento. Para completar, há o caso do Atlético-MG, que vem de uma série de seis derrotas. O último triunfo foi justamente sobre o Fluminense.

Contra o Santos, que só ganhou uma vez nos últimos sete jogos, o time de Oswaldo de Oliveira terá nova chance de acabar com a sina de ser o adversário ideal para quem está mal. Até porque o próprio Tricolor precisa de ajudar para sair de sua crise.

Mário desativa celulares

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, teve os números de celular pessoal e do clube vazados na internet após a derrota para o Goiás. Ele passou a receber inúmeras ligações e mensagens de torcedores com cobranças, inclusive de madrugada. Ontem, o dirigente precisou desativá-los e enviou mensagens aos contatos comunicando a mudança.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários