João Pedro sofre com marcação da torcida

Com um gol em 18 jogos, atacante foi vaiado no Maracanã

Por O Dia

João Pedro no treino do Fluminense
João Pedro no treino do Fluminense -

A boa fase no Brasileiro deixou o clima mais leve no Fluminense, mas nem todos podem comemorar a lua de mel com a torcida. Entre os altos e baixos característicos de uma promessa da base, João Pedro tem sofrido com a seca de gols e com alguns torcedores, sendo vaiado no Maracanã contra o Bahia.

O início meteórico, chegando à incrível marca de oito gols em sete partidas, e a venda precoce para o Watford (ING) fizeram aumentar a expectativa e a pressão sobre João Pedro. Só que o jovem atacante de 18 anos caiu de rendimento na má fase do time. Nos últimos 18 jogos, marcou apenas uma vez, quando garantiu a vitória sobre o Fortaleza, no Castelão.

Desde então, são oito jogos sem balançar a rede, todos como titular. Como a bola não tem entrado, a torcida vem pegando no seu pé. Além da vaia no Maracanã, João Pedro tem sofrido em suas redes sociais com reclamações em postagens em que aparece aproveitando o tempo livre.

No caso mais incômodo, foi intimidado por um grupo de torcedores no estacionamento de um restaurante na Barra, onde foi com a família após a vitória sobre o Grêmio. Na invasão ao CT, também foi um dos mais cobrados por ter ido um dia ao Rock in Rio.

Apesar da marcação mais pesada de parte da torcida, João Pedro conta com o apoio do grupo e também do técnico Marcão, que pretende ajudá-lo a acabar com o jejum de gols, assim como fez mudando o posicionamento de Yony.

"Taticamente ele tem nos ajudado bastante. É lógico que o atacante vive de gols, e a torcida cobra. É uma pressão diferente, ele não tinha passado por isso de ser vaiado. Vamos conversar com ele, estamos preparando algumas coisas para ajudar na performance", disse o técnico.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários

João Pedro sofre com marcação da torcida O Dia - Fluminense

João Pedro sofre com marcação da torcida

Com um gol em 18 jogos, atacante foi vaiado no Maracanã

Por O Dia

João Pedro no treino do Fluminense
João Pedro no treino do Fluminense -

A boa fase no Brasileiro deixou o clima mais leve no Fluminense, mas nem todos podem comemorar a lua de mel com a torcida. Entre os altos e baixos característicos de uma promessa da base, João Pedro tem sofrido com a seca de gols e com alguns torcedores, sendo vaiado no Maracanã contra o Bahia.

O início meteórico, chegando à incrível marca de oito gols em sete partidas, e a venda precoce para o Watford (ING) fizeram aumentar a expectativa e a pressão sobre João Pedro. Só que o jovem atacante de 18 anos caiu de rendimento na má fase do time. Nos últimos 18 jogos, marcou apenas uma vez, quando garantiu a vitória sobre o Fortaleza, no Castelão.

Desde então, são oito jogos sem balançar a rede, todos como titular. Como a bola não tem entrado, a torcida vem pegando no seu pé. Além da vaia no Maracanã, João Pedro tem sofrido em suas redes sociais com reclamações em postagens em que aparece aproveitando o tempo livre.

No caso mais incômodo, foi intimidado por um grupo de torcedores no estacionamento de um restaurante na Barra, onde foi com a família após a vitória sobre o Grêmio. Na invasão ao CT, também foi um dos mais cobrados por ter ido um dia ao Rock in Rio.

Apesar da marcação mais pesada de parte da torcida, João Pedro conta com o apoio do grupo e também do técnico Marcão, que pretende ajudá-lo a acabar com o jejum de gols, assim como fez mudando o posicionamento de Yony.

"Taticamente ele tem nos ajudado bastante. É lógico que o atacante vive de gols, e a torcida cobra. É uma pressão diferente, ele não tinha passado por isso de ser vaiado. Vamos conversar com ele, estamos preparando algumas coisas para ajudar na performance", disse o técnico.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários