Odair Hellmann - Mailson Santana/Fluminense F.C.
Odair HellmannMailson Santana/Fluminense F.C.
Por Lance
Rio - Criticado pelas substituições na decisão do Campeonato Carioca, o técnico Odair Hellmann conseguiu melhorar o Fluminense com as mexidas que fez no amistoso com o Botafogo, no último sábado, no Nilton Santos. O treinador promoveu as entradas de Yuri, Ganso, Michel Araújo, Miguel e Caio Paulista e teve uma prévia das opções que terá para a disputa do Campeonato Brasileiro.
LEIA MAIS: Confira mais informações sobre o Fluminense

A chance melhor aproveitada foi a de Michel Araújo. O uruguaio foi inteligente e abriu o placar no primeiro toque na bola, ao aproveitar um corte errado da zaga alvinegra, marcando o primeiro gol em nove jogos pelo Flu. Contratado no início do ano, o jogador de 23 anos tem melhorado o entrosamento com o restante do elenco e mostrando-se uma opção interessante na parte ofensiva.

No amistoso, o treinador também lançou o jovem Miguel, que não chegou a sair do banco na segunda partida das finais do Estadual. Xodó da torcida, com 17 anos, ele ajudou o Flu a superar a falta de repertório no ataque, com dribles e ousadia. Mesmo sem ser titular, ele soma quatro assistências em 2020 e já é um dos principais "garçons" do grupo.

Ainda no setor ofensivo, Caio Paulista, contestado por parte dos torcedores do clube, teve uma das melhores atuações com a camisa tricolor no ano. Um dos reservas mais acionados por Odair, ele entrou no lugar de Evanílson e parecia menos ansioso em concluir as jogadas, tomando melhores decisões em prol do coletivo. Se mantiver o bom desempenho, é outra peça que pode se tornar útil.
E MAIS:
Em ascensão, Michel Araújo surge como boa válvula de escape tricolor
Organizar a defesa do Botafogo é prioridade para Autuori no Brasileiro
'Fizemos um jogo consistente na parte tática', diz Odair Hellmann
Richarlison manifesta apoio a jogadores homossexuais: 'Somos iguais'
Flu derrota o Bota em clássico movimentado no Nilton Santos
Com belo gol de Luiz Henrique, jovens do Flu batem Bota na preliminar
Evolução de Ganso

No Fluminense desde o início do ano passado, o meia Paulo Henrique Ganso vive altos e baixos nesta passagem no clube. Em 2020, ainda não havia tido uma atuação convincente até o último sábado. Com mais disposição, ele ajudou a melhorar a criatividade e a organização na saída de bola, uma das principais deficiências da equipe na partida. O nome de Ganso chegou a figurar entre os assuntos mais comentados nas redes sociais.

Contra o Botafogo, o Flu teve poucas oportunidades claras até o gol de Michel Araújo. Ter Ganso e as demais opções no banco para os momentos de dificuldades se mostra fundamental para uma disputa tão longa e equilibrada como o Campeonato Brasileiro, que exige a rodagem do elenco.

Depois da folga no última domingo, o elenco se reapresenta nesta segunda-feira no CT Carlos Castilho. O segundo amistoso contra o Botafogo está agendado para o próximo sábado, às 17h, novamente no Nilton Santos. Será o teste final do Tricolor antes da estreia no Brasileirão, no dia 9 de agosto, contra o Grêmio, fora de casa.